O São João de Cachoeira dá Chiclete mas não dá Samba!

24/06/2012

Por Francisca Marques, etnomusicologa

Estive em Cachoeira há pouco mais de duas semanas, e além de oferecer um curso de documentação e formação de acervos audiovisuais para os sambadores, sugeri aos Mestres e representantes dos grupos, uma reunião para reavaliação do que aconteceu (e não aconteceu!) nesses 7 anos de reconhecimento do Samba de Roda do Recôncavo como Obra Prima e Patrimônio Imaterial da Humanidade (UNESCO, 2005), sobretudo com relação à Salvaguarda.

Recordo a todos que foi ali mesmo em Cachoeira que se deu a reunião embrionária do que viria a ser a organização dos sambadores em outras localidades e essencialmente em todo Recôncavo, que no processo do inventário e dossiê resultou na ASSEBA (Associação dos Sambadores e Sambadeiras do Estado da Bahia). Saliento, ainda, que foram os Mestres do Samba Suerdieck e do Filhos de Nagô que assinaram de próprio punho a solicitação do registro do Samba de Roda no Livro das Formas de Expressão do Patrimônio Nacional (Ministério da Cultura, IPHAN, 2004).

Como estavam ali reunidos os grupos de Cachoeira, e o pessoal do Filhos de Nagô (São Felix) não compareceu, e vindo ali à tona a polêmica e insatisfação dos sambadores pela inserção dos grupos na programação do São João, sem que tivesse sido estipulado o valor do cachê enquanto a Prefeitura Municipal da Cidade Heroica havia fechado (e praticamente quitado!) a contratação da banda “Chiclete com Banana” por 270 MIL REAIS, sugeri que os grupos ali presentes (Samba de Roda Suerdieck, Samba de Roda Filhos do Caquende, Samba de Roda Esmola Cantada e Samba de Roda Filhos da Barragem) dessem continuidade à discussão da questão.

Como testemunha posso afirmar que foi acordado entre TODOS os grupos o valor de 7.000 reais (somando os quatro, 28 mil reais, ou seja, pouco mais de 10% do que foi pago ao Chiclete com Banana) o cachê para a participação dos grupos no São João. Foi muito importante assistir a esse acontecimento inédito de união entre os sambadores e a determinação unânime de que a recusa de contratação no valor acordado (com possibilidade de uma contraproposta significativa!) implicaria na ausência do Samba de Roda na festa, o que me trouxe convicção de que nessa queda de braço ia dar Samba de fato.

Foram encaminhados dois ofícios, um à Câmara Municipal e outro à Secretaria de Cultura de Cachoeira e o resultado que soube ontem é de que foi RECUSADA a proposta dos sambadores. O digníssimo prefeito ofereceu 1.500 reais (acrescento que alguns grupos têm mais de 25 pessoas e o cachê é dividido entre todos), e no enrolar das negociações supostamente ele tiraria mais 500 reais “do próprio bolso” para dar aos grupos encerrando o assunto em 2.000 reais.

Eu estou indignada com a covardia nojenta e manipuladora que se repete ao longo de décadas de descaso com os sambadores e com o Samba de Roda do Recôncavo. O prefeito Tato Pereira não tem vergonha na cara e é indigno de estar onde está pelo segundo mandato. 270 MIL REAIS retirados da Cultura para satisfazer a sua vaidade de final de um mandato medíocre é indecente, mas não me surpreende.

Acompanhei durante anos como cidadã e etnomusicóloga (e desde antes de todo o processo de inventário, dossiê, registro e proclamação como Obra Prima), as formas mais vis de humilhação dos sambadores. “Dar qq coisinha” de cachê sempre foi regra no jogo pseudo-político das administrações em Cachoeira. Felizmente hoje os sambadores têm autonomia de dizer NÃO, à exceção do Samba de Roda Esmola Cantada, que por ter convênios com a Prefeitura abriu mão do que foi acordado em Coletivo, o que lamento, e muito.

Nessa queda de braço não tem vencedores… só tem Chiclete… e marmelada!

About these ads

2 Respostas para “O São João de Cachoeira dá Chiclete mas não dá Samba!”


  1. Vergonhoso! Esta pasteurização das festas da Bahia está acabando com os artistas. Só tem para poucos.

  2. Alberto Iannuzzi Diz:

    Francisca so Alberto tambem estude etnomusicologia na Italia e antropologia visual depois termine a ser cineasta na Africa e agora moro aqui em esa linda bahia o meo contato è zebrax@iafrica.com gosteria fazer contato. Ciao


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 47 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: