Com a Palavra Mãe Stella na Casa de Jorge Amado

21/04/2011

A ialorixá do terreiro de candomblé Ilê Axé Opô Afonjá, localizado no bairro São Gonçalo do Retiro, em Salvador, é a convidada do mês de abril da Fundação Casa de Jorge Amado no projeto “Com a Palavra o Escritor”, na próxima quarta-feira (27), a partir das 17h.

Antes de comentar sua trajetória como escritora e responder perguntas, Mãe Stella será apresentada por Yeda Pessoa de Castro, etnolingüista, Doutora em Línguas Africanas pela Universidade Nacional do Zaire, Consultora Técnica em Línguas Africanas do Museu da Língua Portuguesa e membro da Academia de Letras da Bahia.

Maria Stella de Azevedo Santos, conhecida como Mãe Stella de Oxóssi, Iya Odé Kayode, é referência em termos de diálogo inter-cultural e inter-religioso e respeitada por suas idéias no país e no exterior. Apesar de viver imersa num universo de cultura oral, a enfermeira que sucedeu Mãe Senhora no Afonjá tem cinco livros publicados: “Daí Nasceu o Encanto” (em co-autoria); “Meu Tempo é Agora”; “Oxóssi – O Caçador de Alegrias”; “Òwe – Provérbios”; e “Epé Laiyé – Terra Viva”.

Stella foi a primeira ialorixá a escrever livros e artigos sobre sua religião. Viajou várias vezes para a África, visando aprofundar os conhecimentos sobre a cultura iorubá (que é, basicamente, oral), e conseguiu transformá-la em uma herança escrita. Isto possibilitou uma maior divulgação dos cultos africanos e da religião dos orixás, em todo o país. Tem proferido palestras e participado de seminários em diferentes partes do Brasil e do mundo. Atualmente, tem uma coluna fixa no jornal A Tarde (Bahia).

Em 2001, ganhou o Prêmio Estadão, na condição de fomentadora de cultura; em 2005, recebeu o título de Doutor Honoris Causa da Universidade Federal da Bahia (UNEB). É detentora das comendas Maria Quitéria (Prefeitura do Salvador), da Ordem do Cavaleiro (Governo da Bahia) e comenda do Mérito Cultural (Presidência da República). Na Conferência da Organização das Nações Unidas (ONU), contra o racismo e a intolerância, ocorrida em Durban, em agosto de 2001, ela foi uma das mais fortes lideranças brasileiras.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: