Carga de urânio continua retida

19/05/2011

Foto Blog do Latinha

Continua sem solução o impasse sobre o destino da carga nuclear com 90 toneladas de concentrado de urânio oriunda do Centro Experimental de Aramar/Marinha (SP) com destino à mina das Indústrias Nucleares do Brasil (INB) em Caetité (757 km de Salvador). O presidente da empresa, Alfredo Trajan Filho está na região desde terça-feira à noite, negociando o fim da crise, que começou no domingo, quando cerca de 3 mil moradores de Caetité impediram a passagem do comboio de treze carretas.

Os veículos foram deslocados para a cidade vizinha de Guanambi, e estão estacionados no pátio do Batalhão de Polícia Militar. O prefeito e a população de Guanambi também protestam contra a presença do comboio no território do município. Durante a tarde da quarta-feira (18) cerca de três mil pessoas foram para as ruas de Guanambi cobrando das autoridades solução do impasse. Participaram da manifestação estudantes, membros da ONG Prima/Recivida, integrantes da Igreja Católica, vereadores e populares. O evento foi organizado pela ONG Prisma e o Recivida.

O presidente da INB, Alfredo Tranjan, disse ontem que o material está em local inadequado e que o impasse precisa ser resolvido com urgência. Segundo a INB o concentrado de urânio será embalado na mina de Caetité para ser exportado para a Europa, onde será enriquecido e transformado em combustível para as usinas de Angra dos Reis.

De acordo com o site de notícias Bahia Já, de Salvador, a INB está avaliando a hipótese de entrar com pedido, na Advocacia Geral da União (AGU), para liberar o transporte do material por meio de um mandato de segurança.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: