A fotógrafa Iêda Marques lança livro com imagens e prosa sobre a vida no sertão baiano

02/05/2012

Sertanejos fazem penitência e entoam cânticos pedindo chuva às divindades - Foto Iêda Marques

Da Quarta Via, Assessoria de Comunicação

A vida no sertão, suas alegrias, encantos e agruras compõem o cenário do primeiro livro solo da fotógrafa Iêda Marques. Reunindo prosa e imagens, a obra “Iêda Marques – Lembranceiras, imaginário e realidade” revela um olhar poético sobre atividades cotidianas, as festas de Reis, as brincadeiras infantis e paisagens poucos conhecidas da Chapada Diamantina. Editada pela Solisluna Editora, com apoio do Fundo de Cultura do Estado da Bahia, a publicação será lançada no dia 8 de maio, no foyer do Teatro Castro Alves, às 19 horas, com exposição de fotos e monóculos. O lançamento conta ainda com a apresentação do grupo Reisado Terno das Ciganas de Caeté-Açu, do Vale do Capão. A exposição segue até o dia 18 de maio.

Com preço promocional de R$ 80,00 no dia do lançamento, o livro contextualiza as fotos com palavras, uma narrativa de vida inspirada na rota leste-oeste, que marcou a vida do pai da autora e se refletiu em sua própria trajetória. “Esse livro é resultado de um longo trabalho com as pessoas de onde venho”, escreve Iêda, que nasceu em Boninal e, após passagens por São Paulo, Salvador, Barreiras e Londres, escolheu a cidade natal para morar. A obra reúne fotografias feitas entre as décadas de 80 e os dias atuais, algumas a pedido dos retratados, outras como apoio a trabalhos de pesquisa, e tantas mais atendendo ao interesse que a cena despertou na fotógrafa.

O texto foi maturado aos poucos, a partir da semente plantada por professoras da Unicamp que a assistiram em uma palestra. “Elas me disseram ‘você tem de escrever tudo isso que fala’”, conta a autora. Sempre interessada em provocar sua comunidade sertaneja ao auto-olhar, Iêda Marques não demorou a concluir que para este público a mensagem estaria mais completa com palavras que revelassem o contexto da imagem.

E é nesse fluxo de conversa que segue a narrativa do livro, entrecortada por explicações, variante no tempo e espaço, sem capítulos, nem amarras, quase um bate-papo que convida o leitor a um mergulho sensorial em cada imagem vista, em cada palavra lida.

Cozinha de uma casa da zona rural do município de Piatã

Para Iêda, o livro é sobretudo uma extensão do seu ativismo ambiental e da luta pelas causas sociais das comunidades rurais e agricultores familiares. “Meu interesse é que a população rural veja como somos capazes, como podemos ousar, colocar o sentimento e a criatividade a serviço da nossa causa e da nossa própria subsistência”, explica a fotógrafa. No jogo de luz e sombra das fotografias de cozinhas, tão presentes no livro, ela sintetiza a reflexão sobre sustentabilidade. “Se você cuida da sua casa, você tem de cuidar da casa maior, que é o planeta”.

O projeto

Embora Iêda tenha começado a acalantar o sonho de publicar um livro em 1999, foi em 2001 que a ideia ganhou fôlego, com o compartilhamento do projeto com a Solisluna Editora. Nessa época, já existia uma longa amizade entre a fotógrafa e os editores Enéas Guerra e Valéria Pergentino. “Em 1990, fiz a edição de arte e fotografia do livro Bahias, que reunia o trabalho de vários fotógrafos para mostrar a rica diversidade baiana. Nesta época Iêda tinha produzido lindas e delicadas fotos das cozinhas das comunidades rurais da Chapada, que foram inseridas no livro dando sabor especial a edição”, conta Enéas.

Valéria e Enéas explicam que abraçaram a ideia de editar o livro de estreia de Iêda Marques por tudo que o trabalho tem a ver com o conceito editorial da Solisluna, que é publicar a riqueza da identidade brasileira. “É um trabalho honesto, verdadeiro e profundo, que nos mostra uma beleza sem tamanho dos povos do sertão”, declara Valéria. Enéas complementa, falando sobre o olhar de Iêda: “sua arte fotográfica extrapola qualquer tratado antropológico, mostra imagens que retratam a realidade de uma região e seus habitantes, a Chapada Diamantina, que por ser bela precisa ser melhor cuidada e protegida.”

Iêda Marques

Vencedora do Prêmio Marc Ferrez de Fotografia (Funarte/MinC), em 1998, Iêda Marques tem fotos nos acervos do Museu de Arte de São Paulo – Coleção MASP/Pirelli e no Museu da Casa Brasileira. Em 2009, a fotógrafa realizou sua primeira exposição individual, “Luz do Interior”, que incluía uma instalação com monóculos, instrumento muito usado por ela para mostrar as fotografias às comunidades retratadas.

Participando da exposição coletiva “Casas do Brasil” (2006), ela mostrou seu trabalho pelo país. As mostras “Novas Travessias – Contemporary Photography in Brazil”, “Eternal Feminine Plural”, “Mujeres vistas por Mujeres” levaram seu trabalho para a Europa, EUA, e vários países da América Latina.

Iêda começou a praticar fotografia em 1976, mas a falta de recursos na época fez com que passasse anos fotografando sem fotômetro, apenas sentindo a luz. Por isso, ela é sobretudo uma fotógrafa intuitiva, que coloca a cena, o chamado da luz, não importa qual, em primeiro lugar. Ela produz o mínimo de interferências, usando somente o seu filtro de sempre, o olhar.

Ativista ambiental desde a década de 70, ela colocou a fotografia a serviço de

documentar e revelar a riqueza cultural e natural da Chapada Diamantina e do Oeste baiano, com seus biomas característicos, respectivamente, a caatinga e
o cerrado.

Iêda Marques dirigiu o Parque Nacional da Chapada Diamantina entre 2004 e 2005. Atualmente assessora voluntariamente 32 associações de produtores e moradores rurais do município de Boninal.

Iêda Marques – Lembranceiras, imaginário e realidade

Ficha técnica:
Edição: Enéas Guerra e Valéria Pergentino
Design e editoração: Valéria Pergentino e Elaine Quirelli
ISBN: 978-85-89059-46-6
Idioma: Português
Formato: 22 x 28 cm
Nº de páginas: 152
Encadernação: Costurado, Capa dura
Ano de publicação: 2012

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: