Rio de Contas em chamas: A Bela Triste Guerra

24/09/2012

Texto e fot de Gilberto Lyrio Neto*

As armas que alimentavam as guerras de outrora, dessa vez não produzem sangue. Muito pelo contrário! As armas de agora procuram afastar o vermelho que jorra no céu da Bahia.

São armas portadas por brigadistas, bombeiros e voluntários da sociedade civil, que arriscam suas vidas no combate a incêndios que consomem a fauna e flora da Chapada Diamantina.

O cenário visto à noite é belo, porém os relatos e a experiência têm demonstrado que a beleza trazida com a guerra ardente é prejudicial e preocupante.

Isso porque compromete a biodiversidade; destrói plantações e afeta as nascentes que alimentam os rios da região, os quais, conforme matéria veiculada no blog Bahia na Rede, contribuem para o equilíbrio hidrográfico do Estado.

Na bela triste guerra, pude fotografar o belo Pico Itobira, situado na cidade de Rio de Contas, ser consumido pelo fogo.

*Advogado, esteve na região a trabalho

Uma resposta to “Rio de Contas em chamas: A Bela Triste Guerra”

  1. carlossilva@bol.com.br Says:

    O Estado atraves do INEMA tomou as providencias cabiveis.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: