Áudios da Missão de Pesquisas Folclóricas (1938)

27/02/2013

Este fonograma é o primeiro de uma coleção de 23 postados juntos no youtube.

Por Carlos Augusto Calil

Em 1938, quando o Departamento de Cultura financiou a Missão de Pesquisas Folclóricas, Mário de Andrade deparava-se com o dilema da modernidade: ao mesmo tempo que as manifestações populares corriam o risco de desaparecer com a crescente urbanização do país, o avanço tecnológico da época proporcionava meios de capturá-las em discos, fotografias e filmes.

Nesse jogo ambíguo, entre a ameaça de destruição do fato e a construção de referências, o projeto adquiria um caráter urgente. O interesse pela cultura nacional levou Mário a viajar ao Norte e Nordeste do país na década de 1920. Anotada no livro póstumo Turista Aprendiz, a aventura existencial e intelectual marcou sua trajetória como pesquisador de campo e o convenceu da necessidade de deslocar-se ao Brasil profundo, a lugares onde nossas tradições culturais ainda não teriam sucumbido ao peso da industrialização. Repetindo, em linhas gerais, o trajeto empreendido pelo escritor nessas viagens etnográficas, a Missão foi, sob muitos aspectos, a institucionalização de uma experiência pessoal.

****************************************­****************************************­**
A década de 1930 foi uma época dourada para os estudos afro-brasileiros. Durante aquela época no Brasil, três importantes congressos reuniram acadêmicos de várias diferentes disciplinas, incluindo antropologia, sociologia, história, folclore, psiquiatria, e línguas. O surgimento desse grande interesse na cultura afro-brasileira coincidiu com o auge do movimento nacionalista da música brasileira, do qual um dos líderes foi Mário de Andrade que, em 1935, fundou a Discoteca Pública Municipal. Esse arquivo de folclore musical brasileiro foi criado com a finalidade de servir como recurso para compositores nacionalistas daquele dia, que tinham por objetivo incorporar o folclore e as músicas populares do Brasil nas suas próprias composições, e transformar esses estilos em música erudita.

No arquivo da Missão de Pesquisas Folclóricas teremos a oportunidade de apreciar uma variedade de fonogramas da cultura popular e folclórica do Norte e Nordeste do país, permeada pela cultura portuguesa, afro-brasileira e ameríndia. Deleitem-se.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: