Posts Tagged ‘Cinema’

9a. Mostra de Cinema e Direitos Humanos no Hemisfério Sul, Sala Walter da Silveira 18 a 23/11

17/11/2014

Lucia Murat

Salvador sedia a partir desta terça-feira (18) uma mostra de mais de 30 filmes reunidos pelo tema dos direitos humanos. Oportunidade rara para ver e refletir sobre a nossa história recente. O evento ocorrerá na Sala Walter da Silveira, o primeiro filme “Que bom te ver viva”, de Lúcia Murat (1989, 95′), será exibido às 19h, entrada franca. Com filmes de vários países da América Latina, que participam de uma Mostra Competitiva; haverá também a Mostra Memória e Verdade, que terá sessões seguidas de debates; e a Mostra Lúcia Murat, com a exibição de cinco filmes desta diretora que mergulha em profundidade no período mais duro da repressão militar no Brasil e, ao mesmo tempo, quando explode a contracultura no mundo (Josias Pires).

Veja aqui a programação completa: Continue lendo »

Anúncios

O sucesso no cinema do Rei Roberto Carlos

26/05/2013

Roberto.Carlos.A.300Km.Por.Hora.VHSRIP.Xvid.Nacional

À sua imagem e semelhança: expressão mais visível do cinema da jovem guarda, filmes do rei Roberto Carlos marcaram uma geração.

Por Marcos Pierry

A presença de astros da música popular no mundo do cinema é estratégia recorrente de produtores, diretores e dos próprios artistas, instados a fustigar qualquer brecha de massificação conforme a vigência de modelos bem específicos de circulação da arte a partir do pós-Guerra. Uma das ações de peso do modelo cultural pautado pela pressão de um potencial de mercado busca, justamente, fazer do que se torna sucesso em uma mídia fenômeno de vendas em outro meio de comunicação.

A migração do disco para a película encontra em Elvis Presley um de seus expoentes, ainda em um tempo em que as ondas do rádio pareciam falar mais alto que a imagem da TV. Do diretor Michael Curtiz, o mesmo de Casablanca, a produção de 1958 Balada Sangrenta traz o rei do rock a enfrentar as vilanices do personagem de Walter Matthau, a quem o público das comédias se acostumou a ver como o parceiro de Jack Lemmon. Gogó e quadris a postos, o roqueiro topetudo estreou em 1956, com Love me Tender, e iria estrelar três dezenas de filmes, incluindo Saudades de Um Pracinha, O Seresteiro de Acapulco, Ame um Pouquinho Viva um Pouquinho e diversos outros que embalariam matinês nas salas de projeção e, décadas depois, esquentariam a programação televisiva. Continue lendo »

Doce amargo da vida ganha sabor em O Mistério de Lulu

28/02/2013

lulu

Por Marcos Pierry

Já se foi o tempo em que as bancas de revista vendiam apenas revistas e jornais. Do cigarro e do dropes, passaram também a oferecer fichas telefônicas, filmes fotográficos, fitas VHS – os três hoje peças de museu – e ainda livros, CDs e, o que interessa aqui, DVDs de bons filmes. Ao correr os olhos nas bancas, o leitor, ou cinéfilo, pode ter a surpresa de encontrar um Fellini, um Eric Rohmer ou um legítimo Charlie Chaplin dando sopa. Quase sempre a um preço convidativo.

O Mistério de Lulu (98) foi uma dessas surpresas, encontrada dias atrás. O norte-americano Paul Auster já era um escritor reconhecido quando se envolveu com o cinema. Seus contos, romances e crônicas renovaram o fetiche nova-iorquino e ele tinha tomado parte em dois filmes de êxito – Cortina de Fumaça e Sem Fôlego, ambos em parceria com Wayne Wang – antes de dirigir essa produção. Continue lendo »

CachoeiraDoc conecta Recôncavo com o mundo

19/11/2012

O III CachoeiraDoc – Festival de Documentários de Cachoeira realizado entre 04 e 09 de dezembro de 2012 na cidade de Cachoeira, Bahia, mais precisamente no Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). Em parceria com o Curso de Cinema e Audiovisual dessa mesma Universidade, o Festival abrigará três mostras – Mostra Competitiva Nacional, Mostras Especiais, Ciclo de Conferências e Oficinas.

Nas duas edições anteriores cerca de 4500 pessoas assistiram um total de 85 filmes documentários (73 nacionais). Na Mostra Competitiva Nacional, ao todo, foram inscritos 356 filmes de todas as regiões do país. Entre os 43 selecionados, 13 eram médias ou longas metragem e 30 curtas metragem. Continue lendo »

Para Roma com Amor é o novo destino da geografia de Woody Allen

30/06/2012

Alberto Freire*

O mais recente filme de Wood Allen Para Roma com Amor amplia a geografia cultural e cinematográfica que o diretor americano vem traçando nos últimos tempos, após revelar as entranhas de Nova York por meio de suas histórias, conflitos e personagens nada lineares. No elenco estão, além do próprio diretor, Alec Baldwin, Roberto Benigni, Penélope Cruz, Judy Davis, Jesse Eisenberg, Greta Gerwig e Ellen Page

Este longa é dividido em quatro histórias que não se cruzam, vividas em Roma. Em uma delas, um casal americano (Woody Allen e Judy Davis) vai à cidade para conhecer a família do noivo italiano de sua filha. Outra história traz Leopoldo (Roberto Benigni), um homem comum que é confundido com uma celebridade pela mídia. O terceiro episódio apresenta um arquiteto americano (Alec Baldwin) que visita Roma e suas memórias afetivas da juventude. O último traz dois jovens recém-casados que se perdem pelas ruas de Roma e uma garota de programa Ana (Penélope Cruz) se insere entre eles. Continue lendo »

Ouro Preto e os descaminhos da memória filmográfica

26/06/2012

Foto: Victor Schwaner

Por Marcos Pierry

Apesar de contar com 70 filmes em sua sétima edição, finalizada segunda-feira 25, a Mostra de Cinema de Ouro Preto – CineOP, que tem como lema o “cinema patrimônio”, investe alto em uma programação de seminários, debates e workshops voltados ao universo da memória cinematográfica – restauração, preservação e difusão, além de áreas afins e/ou implicadas, como a formação e educação e a elaboração, aplicação e gerenciamento de políticas públicas para o setor. À pauta afiada, soma-se o plantel de especialistas, a começar pelo francês Alain Bergala, talvez o mais ilustre entre os presentes em 2012. Continue lendo »

Por que o Cinema da UFBA não exibe o filme Menino Joel?

19/04/2012

Professor da UFBA e membro do Movimento Desocupa. Ícaro Vilaça escreve carta aberta para a reitora Dora Leal cobrando providências para que o Cinerma da UFBA possa exibir o filme.

Por Ícaro Vilaça

Magnífica Reitora Dora Leal Rosa,

Na qualidade de professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal da Bahia, mas sobretudo na qualidade de cidadão, gostaria de solicitar alguns minutos de sua preciosa atenção para o problema posto a seguir.

Na noite de ontem, tive a honra de assistir ao filme Menino Joel, exibido no Cinema da UFBA em sessão bancada pelos próprios realizadores do filme. Dirigido pelo italiano Max Gaggino e produzido por Rodrigo Cavalcanti, o filme foi realizado de forma completamente independente, sem nenhum tipo de apoio.

Continue lendo »

Cachoeira Doc lança livro sobre cinema e urbanismo

03/12/2011
No próximo sábado (10/12), às 19h, acontecerá no Foyer do auditório do Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL) da UFRB, o lançamento do livro Quando o cinema vira urbanismo: o documentário como ferramenta de abordagem da cidade, de Silvana Olivieri. Continue lendo »

Geografia e Cinema no Brasil – revisão bibliográfica

14/11/2011

Cena de Terra Estrangeira, de Walter Salles

Por Tiago de Almeida Moreira

Geógrafo Licenciado (UEFS-BA) – Mestrando em geografia (UnB-DF)

“Hoje, a indústria cultural aciona estímulos e holofotes deliberadamente vesgos, e é preciso uma pesquisa acurada para descobrir que o mundo cultural não é apenas formado por atores que vendem bem no mercado”. Milton Santos (2002).

Continue lendo »

Um filme sobre o meio ambiente, preconceito racial e conflitos religiosos

01/11/2011

Antonio Godi e Harildo Deda em cena de ritual do Candomblé. Foto: jardimdasfolhassagradas.zip.net

Após 11 anos de pesquisa, visitas, eventos, conversas até a conclusão das gravações e finalização do projeto, Jardim das Folhas Sagradas, de Pola Ribeiro, estréia no dia 4 de novembro (sexta) em Salvador e mais sete  cidades brasileira (veja abaixo as cidades e salas onde o filme entra em cartaz na programação de estréias). Um filme sobre a espiritualidade, ecologia e conflitos do cotidiano urbano. Jardim das Folhas Sagradas oferece o debate sobre bissexualidade, intolerância religiosa e preconceitos étnicos, ao mesmo tempo em que expõe a intimidade do Candomblé e discute a degradação das áreas verdes nas cidades vitimadas pela especulação imobiliária.

Continue lendo »

Cecília e os Capitães: sobra equilíbrio e falta ousadia em nova adaptação da obra de Jorge Amado

06/10/2011

cinestesia cinestesia cinestesia cinestesia,

Por Marcos Pierry

A jovem Cecília Amado ama sua recém-adquiridapatente de diretora estreante. Não é para menos. A filha de Paloma, para dar partida a carreira de longa-metragista de ficção, escolheu transpor ao écran o romance Capitães da Areia (1937), um dos best sellers do avô Jorge. E o filme, nesta alvissareira pré-estação brasileira de lançamentos, chega mais que bem na fita, programado em 200 salas na semana de estreia e marcando posição como um dos destaques do centenário do nascimento de Jorge, em 2012. A ficção e os personagens do escritor já ocupam, no entanto, uma vida pregressa no campo das imagens em movimento.

Continue lendo »

Filhos de João, de Henrique Dantas, em cartaz há Nove Semanas

16/09/2011
 O documentário sobre os Novos Baianos, do diretor Henrique Dantas obtém feito raro: o filme continua em cartaz pela nona semana em cinemas do Rio de Janeiro e de Salvador. Continue lendo »

Cinema para o vestibular: filme de Spike Lee e debate com Nelson Maca

16/09/2011

O PETCine literatura exibe o filme Faça a coisa Certa, de Spike Lee, seguido de debate com Nelson Maca.
Neste sábado, às 8 horas, na Sala de Arte de Cinema da Ufba, ao lado da Faculdade de Educação, no Vale do Canela. Entrada franca, limitada a 100 pessoas, por ordem de chegada. Continue lendo »

Documentário sobre Dom Pedro Casaldáliga estréia na Jornada

13/09/2011

 

Nesta terça-feira, no Cine-Teatro do ICBA, 18h,  Sessão Especial: Passageiros da UTOPIA – 1ª. parte do filme Romaria dos Martires da Caminhada (Com Dom Pedro Casaldaliga), de Pedro Ortiz, Giuliano Tourino e Marco Brige.

Por Sandro Santana, do Jornal da Jornada

 “No seio de Maria, Deus se fez homem, e na oficina de José, Deus se fez classe” - D.Pedro Casaldáliga

Continue lendo »

Campanha nacional contra o agrotóxico será lançada neste domingo na jornada

10/09/2011

Ctrl C + Ctrl V do site da Jornada


Programação Geral
Dia 11 – Domingo

09h Salão Ilha da Maré
Hotel Sol Victória Marina

Palestra – A cidade Interpretada
“A Cultura da Paz, contra a Violencia urbana”
com o Dr. Feizi Milani

11h Salão Ilha da Maré
Hotel Sol Victória Marina Encontro ABD – Bahia
Eleição de nova diretoria

15h Sala Walter da Silveira Lançamento na Bahia da
Campanha Nacional Contra O Agrotóxico
– Presenças de Joao Pedro Stedile e Marie Monique-Robin

Trilogia do Veneno
– O Veneno está na Mesa, de Silvio Tendler

18h Sala Walter da Silveira Concurso Documentário Longa Metragem II

20h Sala Walter da Silveira Programa Comemorativo Dos 60 Anos Do Festival Internacional de Cinema, Promovido Pelo Clube de Cinema da Bahia. – 1951
– A Paixão de Jeanne D´Arc, de Carl Dreyer

Cultura brasileira em terras portuguesas

25/06/2011

Via Nelson Cerino, por e-mail

Saberes e fazeres populares, práticas diversas e festas da Terra Brasilis foram apresentadas recentemente na Universidade de Coimbra, Portugal, através da programação da Semana Cultural Brasileira,  que reuniu trabalhos acadêmicos feitos por pesquisadores e atividades que tomaram como referência diferentes práticas culturais do Brasil.

Continue lendo »

Valeu, Miguel

04/06/2011

Foto de Miguel Rio Branco

Por Marcos Pierry

No interessante conjunto de obras da 29a. Bienal de São Paulo, que aportou no Museu de Arte Moderna da Bahia, sobressai aos olhos de quem é soteropolitano, de certidão ou de coração, um curta-metragem de 20 minutos que o fotógrafo espanhol-novaiorquino-carioca Miguel Rio Branco rodou no Pelourinho no final da década de 70. O filme se chama “Nada Levarei Qundo Morrer Aqueles Que Mim Devem Cobrarei no Inferno” (sic). O curta apresenta, na verdade, uma combinação de um registro fotográfico (inferninhos, fachadas e ruas da região) que o artista fez e em seguida filmou e de imagens em movimento, muitas vezes dos mesmos lugares e pessoas, produzidas por dois colaboradores. Tudo em 16mm.

Continue lendo »

Cachoeira terá curso de cinema de animação

22/05/2011

A secretária nacional do Audiovisual, Ana Paula Santana anunciou a criação do Memorial Roque Araújo, a ser instalado ainda este ano num casarão em Cachoeira (Recôncavo da Bahia); e o estabelecimento de um convênio envolvendo o Ministério da Cultura, a Escola de Cinema de Cuba e a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFBR) para o desenvolvimento de projetos de filmes de animação.

Continue lendo »

Prêmio Melhor Filme In-Edit 2011

11/05/2011

Filhos de João, de Henrique Dantas, venceu o In-Edit 2011, e vai a Barcelona

Por Galvão, do blog Os Novos Baianos/

Filhos de João, de Henrique Dantas, venceu o In-Edit 2011, e vai a Barcelona no maior festival do mundo de documentários musicais.

Fico feliz com a noticia desse trabalho que vem ganhando o mundo , contando essa  historia onde  eu faco parte , a foto  de um momento filmada la em casa , meu filho Kashi pequeno, hoje com vinte e um anos guitarrista da banda do espetaculo POESIA A LINGUA DE DEUS E MINHA, PORQUE O MUNDO NAO E UMA BOLA, dirigido por Jackson Costa, pronto tambem para girar pelo mundo

O filme Filhos de João, do cineasta baiano Henrique Dantas, foi o grande vencedor do Festival In-Edit Brasil 2011 e agora vai representar a produção cinematográfica brasileira na versão internacional do festival, que acontece em Barcelona (Espanha) entre os dias 28 de outubro e 7 de novembro.

Continue lendo »

Filme-Arara

05/05/2011

Por Marcos Pierry

No jargão da imprensa, o termo arara costuma designar os jornais que, belos na apresentação visual de textos e imagens, são fracos no conteúdo. E não é que a carapuça ajusta-se direitinho ao blockbuster Rio? A produção da Fox, dirigida pelo brasileiro Carlos Saldanha, de A Era do Gelo, estreou no país no dia seguinte à tragédia de Realengo, que deixou um obituário de 13 nomes pelos corredores de uma escola pública do Rio de Janeiro.

As 1008 salas que projetaram o filme pelo Brasil no fim de semana de estréia (8, 9 e 10 de abril) obtiveram, cada uma, a média de 90 espectadores por sessão. É uma taxa de ocupação, em torno de um terço, bem aquém do padrão prometido por um arrasa-quarteirão.

Continue lendo »

O eterno vagabundo genial

16/04/2011

Ele nasceu em Londres no dia 16 de Abril de 1889. Continua vivo aos 122 anos, imortalizado por sua arte de gênio.

Gênio que ajudou a fazer do Século XX o século do cinema.

Maldita première: Rio perderá para Realengo?

13/04/2011

Por Marcos Pierry*

Consumada na véspera da estreia mundial da animação em longa-metragem Rio, a tragédia de Realengo sufoca, à queima-roupa, a promissora largada do filme blockbuster de Carlos Saldanha nas salas brasileiras. A produção em 3D da Fox, sobre um pássaro tropical azul que vive nos EUA e retorna à cidade maravilhosa em busca de seu par romântico, é toda superlativo. Custou US$ 80 milhões, ocupa no começo da temporada mais de 1.000 cinemas (metade do circuito exibidor nacional) e tem potencial imediato, anunciam as estimativas, de vender 160 milhões de ingressos ao redor do globo. Continue lendo »

Em Itabuna, o cinema vai à escola

31/03/2011

O Cineclube Mocamba promove, nos dias 31 de março e 01 de abril, na Escola Estadual Don Ceslau Stanula, no Bairro Maria Pinheiro, na cidade de Itabuna (BA) mais uma apresentação do Box Memórias em 5 mim. As apresentações ocorrerão sempre por volta de 18:30h e terão duração de 1h cada, logo em seguida acontecerá debate com a platéia presente sobre cineclube. O público alvo para essa atividade será toda comunidade escolar além dos moradores em geral do bairro Maria Pinheiro e adjacências.

Continue lendo »

Ainda dá tempo de inscrever o seu filme no CURTA-SE!

31/03/2011

As inscrições para a 11ª edição do Festival Iberoamericano de Cinema de Sergipe (Curta-SE) estão abertas até o dia 08 de abril. Podem participar das mostras competitivas curtas-metragens de até 15 minutos compreendidos nas categorias 35mm, vídeo (DVD, internet, CDrom), vídeo de bolso (celular) e vídeos sergipanos.
Além dessas, há a mostra competitiva de longas a partir de 70 minutos. As inscrições devem ser feitas através do site http://www.casacurtase.org.br. Além das mostras competitivas, o Curta-SE traz mostras informativas, exibidas em espaços alternativos e em cidades do interior sergipano. O festival promove também seminários, oficinas e workshops gratuitos e abertos ao público. A 11ª edição do Curta-SE acontecerá de 12 a 17 de setembro.

Para maiores informações, escreva para o email:  mostras@curtase.org.br ou pelos telefones: 55xx79 3302 7092 ou 3041 8563.

Festivais de música e cinema ameaçados?

25/03/2011

Produtores culturais brasileiros estão de orelha em pé com a decisão do Congresso Nacional de aprovar artigo na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) da União para 2011 que veta a destinação de recursos federais para entidades privadas destinados à realização de eventos, no âmbito do Ministério do Turismo e do Ministério da Cultura. O que os burocratas entendem por eventos? Como ficam os festivais de música e cinema? É o que todos querem saber.