Posts Tagged ‘cuíca de santo amaro’

Trailer definitivo do filme Cuíca de Santo Amaro

15/06/2013

Este é o trailer do filme documentário de longa metragem Cuíca de Santo Amaro, O Poeta mais Temido da Bahia, patrocinado pelo Programa Petrobras Cultural, dirigido pelos cineastas Joel de Almeida e Josias Pires.

O filme narra aspectos da trajetória do poeta popular, ‘trovador-repórter’ e propagandista, o desassombrado Cuíca de Santo Amaro, Ele, O Tal, personagem criado por José Gomes, que atuou na Bahia, sobretudo, nas década de 1940, 1950 e início de 1960. Continue lendo »

Anúncios

Popular e vanguarda no cinema da Bahia dialogam no Feciba de Ilhéus

09/06/2013
Antonio Pitanga na abertura do Feciba

Antonio Pitanga na abertura do Feciba

Por Josias Pires – O ator Antonio Pitanga, consagrado representante do Cinema Novo por atuações em dezenas de filmes fundamentais, na abertura do Festival de Cinema Baiano, Feciba, sexta (7) à noite, no Cine Santa Clara, em Ilhéus, deu o tom adequado para interpretar sentidos do evento, exortando-nos a ver relações entre os jovens organizadores do certame cinematográfico na cidade e os jovens da sua própria geração do Cinema Novo.

A fala de Pitanga tem a força e trás a oportunidade do diálogo inter-geracional apresentando-nos a experiência intrépida de “jovens loucos” e a necessidade da juventude sempre questionar, inquirir e buscar transformar a realidade, articulando energias das universidades, de estudantes, professores e demais interessados. Continue lendo »

O emblema Cuíca de Santo Amaro

01/04/2013

Propagandista da feira

Documentário lança luz a respeito da trajetória do poeta-repórter que alimentou o imaginário popular de Salvador em seus tempos de província.

por Raul Moreira
Do Seminário Magazine

Lá pela metade dos anos 2000, separadamente, o cineasta Joel de Almeida e o jornalista Josias Pires começaram a desenvolver projetos que tinham como objetivo descortinar um personagem emblemático que alimentou o imaginário popular de Salvador no século passado, conhecido como Cuíca de Santo Amaro. E quis o destino que os dois unissem forças e transformassem os seus desejos em uma árdua pesquisa que acabou resultando em um documentário financiado pela Petrobras.

Já visto em São Paulo, no Festival É Tudo Verdade, Cuíca de Santo Amaro será projetado pela primeira vez na Bahia no Festival Cine Futuro – VIII Seminário Internacional de Cinema e Audiovisual. E, naturalmente, o filme, em película e com pouco mais de 1 hora e 15 minutos, tem importância não apenas pelo fato de se constituir um importante documento a respeito de um personagem que merecia aprofundamento, como, também, pela forma através da qual a dupla de autores o construiu. Continue lendo »

Cuíca de Santo Amaro, esteta das partes baixas

22/03/2013

Cuica abert-03

por Josias Pires

“Me parece que os jornais / Da Bahia são comprados / Pois fatos palpitantes / Ficam na redação / Eternamente arquivados. // Digo eu esta verdade / Porque isto é o meu dever / Coisas sem importância / Os jornais sabem escrever / Porém o que interessa / Fica o povo sem saber”.

Um personagem sobre o qual deveríamos silenciar. É o que pensa muita gente de bem que se recusou a gravar depoimentos sobre Cuíca de Santo Amaro para o filme documentário de longa metragem que dirigi com Joel de Almeida, concluído em janeiro de 2012. Tal recusa apenas comprova que o desabusado “trovador repórter” continua sendo temido e odiado por pessoas aparentemente “bem pensantes”, contemporâneas de Cuíca (1907-1964), que ainda o tomam como personagem menor, marginal, insignificante, que deveria ser esquecido. Continue lendo »

Filme Cuíca de Santo Amaro será exibido na praça Municipal de Salvador na próxima terça-feira

14/03/2013

Bomba!! Bomba!! Bomba!!

Na próxima terça-feira (19), a partir das 18h30min, será exibido na praça Municipal de Salvador o filme documentário “Cuíca de Santo Amaro”, dirigido por Joel de Almeida e Josias Pires. O evento promovido pelo projeto “Cinema na Praça” , da Fundação Gregório de Mattos, irá comemorar o aniversário de nascimento do poeta popular José Gomes (19/03/1907 – 21/01/1964), que entrou para a história de Salvador com o nome de Cuíca de Santo Amaro. Produzido pela DocDoma Filmes, com o apoio do programa Petrobras Cultural, o filme foi concluído em janeiro de 2012 e tem 74 min de duração.

“O Cuíca de Santo Amaro / Que de fato é O Tal / Abre o grande filme / Ao povo da capital / Pois o mesmo é, leitores / Convidado especial// De fraque e cartola / Parecendo um doutor / Cuíca de Santo Amaro / Renomado trovador / Faz sorrir a valer /Qualquer espectador.”

Cuíca de Santo Amaro já foi exibido no 17o. Festival Internacional de Documentários É Tudo Verdade (duas exibições no RJ e duas em SP); no V Festival do Cinema Latino Americano e Caribenho, na Venezuela; no projeto Cinema no Telhado, do Instituto Goethe, em Luanda, Angola; no Festival Internacional de Cinema de Arquivo, no Arquivo Nacional, Rio de Janeiro; no 3o. Cachoeira Doc – Festival de Documentários de Cachoeira; no Cine Futuro, VIII Seminário Internacional de Cinema e Audiovisual, em Salvador; no IV Bahia Afro Film Festival, em Salvador; e na 16a. Mostra de Cinema de Tiradentes (MG).

Sinopse do filme:

Na idílica Salvador dos anos 40 e 50 Cuíca de Santo Amaro atenta contra o pudor e brada contra a hipocrisia, revela em praça pública segredos de alcova e trapaças de ricos marreteiros. É o cronista social. Nada lhe escapa: o custo de vida, os crimes mais comoventes, manobras dos líderes da II Guerra Mundial. Suas histórias não raro obscenas vendem como caninha nas feiras de Salvador e do Recôncavo da Bahia. Transformado em personagem dos escritores Dias Gomes e Jorge Amado e de filmes de Roberto Pires e Anselmo Duarte, Cuíca deixa atrás de si um rastro de polêmica. “Comigo não tem bronca”, garantia. É a versão popular do boca de brasa, o Gregório de Mattos sem gramática. Herói e anti-herói. Trovador reporter. O maior comunicador que a Bahia já teve. É um performer antes de Salvador virar metrópole.

Outras impressões da Venezuela

01/11/2012

Os sanitários do aeroporto internacional de Caracas são um primor de limpeza. Funcionários limpam constantemente tudo, o balcão das pias e o chão, tudo sempre bem seco e limpo. Quando vc termina de lavar as mãos na pia, aquele simpático senhor está com o papel para vc enxugar as suas mãos, um gesto elegante e digno que fez gosto de se ver.

Engraçado … esta foi a primeira mudança que senti do Brasil quando cheguei em São Paulo no aeroporto de Guarulhos. Piso e balcões molhados … cadê aquele senhor cheio de dignidade que me entregava o papel para enxugar as minhãs mãos … A dignidade de ser … Percebi nesses dias que podemos ver as questões que vivemos no Brasil com outras perspectivas, a partir do conhecimento de outras experiências, as experiências dos encontros.

Precisamos disto na Bahia. Encontros produtivos e reflexivos de realizadores, produtores, exibidores. O segundo semestre de 2012 está sendo marcado pelos vários festivais de cinema em Salvador. O Panorama Internacional Coisa de Cinema, o Cine Futuro, o Festival de Vitória da Conquista, o Cachoeira Doc e outros.

Os festivais são territórios de encontros, um dos circuitos que animam a estimulam, de alguma maneira, a criação dos filmes, na medida em que o filme é exibido nos festivais, p. ex., e torna-se filme de fato na medida que é visto, o sentido do filme é construído pelas relações que estabelece com o público.

Cuíca de Santo Amaro na abertura do Cine Futuro, dia 09 de novembro

01/11/2012

 

O filme documentário Cuíca de Santo Amaro será lançado em Salvador no proximo dia 09 de novembro (sexta-feira), na abertura do Cine Futuro – VIII Seminário Internacional de Cinema e Audiovisual, no Espaço Itaú de Cinema Glauber Rocha. Serão realizadas duas sessões do filme, às 20h e 21h30min. Antes disso, às 18h30min haverá o lançamento de um livro com vinte folhetos de autoria do poeta popular Cuíca de Santo Amaro, selecionados a partir das pesquisas realizadas para a produção do filme. O livro foi patrocinado pela Fundação Pedro Calmon. Além dos folhetos de Cuíca há um texto de Orígenes Lessa, que descreve o encontro, na porta do Elevador Lacerda, do escritor paulista com o vate baiano.

No próximo mês de fevereiro Cuíca de Santo Amaro será exibido em salas de cinema de Salvador e espaços diversos de 29 cidades do interior. Projeto de distribuição e exibição do filme foi aprovado no Edital da Secretaria de Cultura da Bahia (Secult), que prevê, além das exibições na capital e no interior, a produçao de um DVD com o filme e Extras visando distribuição para a rede de ensino e outros interessados. Antes disso, o filme será exibio no Cachoeira Doc (04 a 09 de dezembro) e no Festival Internacional de Cinema de Arquivo, (REcine 2012, RJ, 10 a 14 de desembro).

Cachoeira Doc divulga seleção de filmes

01/11/2012

Em 2012, o CachoeiraDoc recebeu a inscrição de 249 filmes para participar da Mostra Competitiva: 167 curtas, 35 médias e 44 longas-metragem, de todas as regiões do país. Entre os 18 selecionados, sete são longas e 11 são curtas. Há filmes de quatro regiões do país: quatro são baianos, quatro pernambucanos, seis paulistas, dois são do Rio de Janeiro, um do Distrito Federal e um do Rio Grande do Sul. Continue lendo »

Venezuela: Impressões de viagem

31/10/2012

Fogo sobre Marmara – Parte 1

Por Josias Pires

O ambiente democrático na Venezuela é pulsante. Esta foi a  impressão que tive durante o breve momento que vivi naquele país participando do V Festival de Cine Latinoamericano y Caribeño Margarita 2012, realizado na cidade de Porlamar, na Ilha de Margarita, entre os dias 25 de outubro e 01 de novembro.

Conheci jovens cineastas venezuelanos entusiasmados, que estão  criando obras vigorosas e sensíveis, jovens politizados, estudados e com alta capacidade de compreensão dos contextos locais, regionais e internacionais.

Estar entre cineastas latino-americanos na Venezuela debatendo questões vitais da cultura em plena crise e reestruturação (?) do capitalismo favorece o entendimento acerca da democracia venezuelana, onde o presidente eleito é atacado pela grande mídia e, mesmo assim, em nome de um projeto socialista, mobiliza intensamente o país que se engaja no desejo de afirmar o processo de transformação de valores. Continue lendo »

Filme Cuíca de Santo Amaro no V Festival do Cine Latinoamericano e Caribenho de Margarita 2012

24/10/2012


Por Josias Pires

Nesta quinta-feira embarco para a Venezuela para acompanhar a exibiçao do filme Cuíca de Santo Amaro no festival. Organizado pela Plataforma de Cinema e Difusão do Ministério do Poder Popular para a Cultura, através da Distribuidora Nacional de Cine Amazonia Films, o evento ocorrerá no Caribe, na Ilha de Margarita, República Bolivariana da Venezuela, entre os dias 25 de outubro e 01 de novembro próximos. Cuíca de Santo Amaro será exibido nos dias 26, 28 e 31 de outubro.

Dois filmes baianos no Recine 2012: Cuíca de Santo Amaro e Água de Meninos: a feira do cinema novo

22/10/2012

O Festival Internacional de Cinema de Arquivo – Recine – divulgou a lista de 17 filmes entre curtas, médias e longas-metragens selecionados para a Mostra Competitiva de Filmes de 2012. O evento sera realizado no Rio de Janeiro, entre os dias 10 e 14 de dezembro, no Arquivo Nacional, com entrada franca.

O longa-metragem Cuíca de Santo Amaro, dirigido por Joel de Almeida e Josias Pires e o média metragem Água de Meninos: a feira do cinema novo, de Fabíola Aquino foram os dois filmes baianos selecionados para o festival. Continue lendo »

Exibição do filme Cuíca de Santo Amaro em Luanda

12/10/2012

Por

Por Lula Oliveira

A sessão de Cuica de Santo Amaro no projeto Cinema no Telhado, do Instituto Goethe, foi também bastante prestigiada. Tivemos cerca de 60 pessoas na platéia. Inclusive, estudantes da Alemanha que estão fazendo intercâmbio cultural em Luanda. Existe uma grande dificuldade em compreender o personagem Cuica…muito distante da realidade daqui de Luanda. Não sei também até que ponto a tradução em inglês legitima a nossa lingua portuguesa com as suas gîrias e modo todo particular de se expressar. Entretanto, há um encantamento pelas imagens de arquivo da cidade de Salvador, Recôncavo… e são essas imagens que seguram o público no filme no início. São essas imagens que dialogam e permitem que o público, aos poucos, vá conhecendo o personagem central. Continue lendo »

Cuíca de Santo Amaro será exibido em Angola e Venezuela no mês de outubro

26/09/2012
O filme documentário de longa metragem “Cuíca de Santo Amaro”, dirigido por Joel de Almeida e Josias Pires será exibido em Luanda, Angola, no Projeto do Goethe-Institut Angola no próximo dia 09 de outubro, às 19h. Ainda em outubro, o filme será exibido também no V Festival do Cine Latinoamericano e Caribenho, na Ilha de Margarita, Venezuela, nos dias 26, 28 e 31 de outubro. A estreia em Salvador será no dia 09 de novembro, na abertura do Cine Futuro, VIII Seminário Internacional de Cinema e Audiovisual.
Sinopse do filme:
Na idílica Salvador dos anos 40 e 50 Cuíca de Santo Amaro atenta contra o pudor e brada contra a hipocrisia, revela em praça pública segredos de alcova e trapaças de ricos marreteiros. É o cronista social. Nada lhe escapa: o custo de vida, os crimes mais comoventes, manobras dos líderes da II Guerra Mundial. Suas histórias não raro obscenas vendem como caninha nas feiras de Salvador e do Recôncavo da Bahia. Transformado em personagem dos escritores Dias Gomes e Jorge Amado e de filmes de Roberto Pires e Anselmo Duarte, Cuíca deixa atrás de si um rastro de polêmica.  “Comigo não tem bronca”, garantia. É a versão popular do boca de brasa, o Gregório de Mattos sem gramática.  Herói e anti-herói. Trovador reporter. O maior comunicador que a Bahia já teve. É um performer antes de Salvador virar metrópole. Continue lendo »

Cinema popular e pontes com a nossa história

03/04/2012

Foto: Davi Caires

Os dois filmes baianos selecionados para o 17o. Festival Internacional de Documentários É Tudo Verdade, Cuíca de Santo Amaro, de Joel de Almeida e Josias Pires, e Ser Tão Cinzento, de Henrique Dantas, são obras que colaboram para jogar luz na memória de um país e de uma Bahia que precisa ser minuciosamente conhecida e reconhecida. Estamos fazendo filmes de memórias sobre personagens que souberam enfrentar as circunstâncias do seu tempo com criatividade e coragem.
Continue lendo »

Histórias da Bahia no festival de documentários É Tudo Verdade

15/03/2012

De Eron Rezende, jornal A Tarde

Fotos: Davi Caires

Cinegrafista e diretores Josias Pires e Joel de Almeida

Cinegrafista e diretores Josias Pires e Joel de Almeida

Equipe de "Cuica de Santo Amaro - Ele, o Tal" grava no Centro Histórico de Salvador

Equipe de “Cuica de Santo Amaro” grava no Centro Histórico de Salvador

De fraque surrado e chapéu-coco, o homem caminha repleto de cartazes pendurados nas costas. Em um deles, o aviso: “Nunca disse que eu era getulista. Nem também que eu era queremista. Todos sabem muito bem que eu sou é propagandista”.

Personagem da velha Salvador e comerciante de si mesmo, José Gomes assim viveu, entre feiras e ladeiras, vendendo cordéis intumescidos de humor e crítica. Demonizou Hitler, Mussolini e Plínio Salgado, alfinetou Getúlio Vargas. Maridos traídos e patrões mesquinhos nunca escaparam. Após 48 anos de sua morte, o autointitulado “trovador da Bahia” tem a sua história recuperada no documentário Cuíca de Santo Amaro – Ele, o Tal.

Continue lendo »

Cuíca de Santo Amaro estreia no Rio de Janeiro

13/03/2012

Foto Davi Caires. Ruínas do Cine Jandaia, na Baixa dos Sapateiros, um dos preferidos de Cuíca de Sant Amaro

Bomba!! Bomba!! Bomba!!  / Aguardem!! Em breve!!

No próximo dia 24 de março, às 19h, no Espaço Itaú de Cinema Botafogo, Praia do Botafogo, Rio de Janeiro, o filme documentário de longa metragem (2011, 73 min) Cuíca de Santo Amaro abre a seleção de longas nacionais do Festival Internacional de Documentários É Tudo Verdade. O filme tem a direção de Joel de Almeida e Josias Pires, com o apoio do programa Petrobras Cultural. Continue lendo »

Filmes baianos no Festival Internacional É Tudo Verdade

28/02/2012

O filme documentário longa metragem Cuíca de Santo Amaro, dirigido por Joel de Almeida e Josias Pires, foi selecionado para a Competição Brasileira de Longas do 17. Festival Internacional de Documentários É Tudo Verdade, que será realizado em São Paulo e no Rio de Janeiro entre 22 e 30 de março em São Paulo e no Rio de Janeiro. Outro filme baiano, o curta Ser tão Cinzento, de Henrique Dantas, foi selecionado para a competição brasileira de curtas. Veja aqui a lista de todos os selecionados.

http://etudoverdade.com.br/2011/inscricao/selecionados2012.asp