Posts Tagged ‘mídia’

André Vargas: “Governo acumula forças para enfrentar debate sobre a mídia”

03/05/2012

Via Patrícia Santana

Secretário de Comunicação do Partido dos Trabalhadores diz que os meios de comunicação, a revista Veja em especial, não podem ser poupados das investigações da CPI do Cachoeira.

“Se um deputado ou senador tem que responder por associação com o crime organizado, uma empresa de comunicação social também deve”, afirma, em entrevista à Carta Maior (www.cartamaior.com.br) , o deputado André Vargas. Para ele, a presidenta Dilma Rousseff enfrentará o tema da concentração dos meios de comunicação.

Leia abaixo a íntegra da entrevista:
Continue lendo »

Cachoeira, o desafio da mídia

02/05/2012

O jornalista Luis Nassif faz, mais uma vez, relevante análise sobre o momento político brasileiro, particularmente do ponto de vista das relações entre mídia e poder, resenhando o quadro desenhado pelas denúncias do envolvimento da revista Veja e da editora Abril com o crime organizado. E mais do que isto, a cumplicidade dos grandes grupos de mídia do Brasil ao silenciar acerca das denúncias.Este é mais um momento crucial do processo de democratização do Brasil. Depois de constituir-se como porta voz da oposição política ao petismo-lulismo, a grande mídia aparece agora convivente com o crime organizado, revelando face pouco conhecida das suas atividades.

A Internet, a blogosfera, as novas mídias alternativas serão capazes de desmontar o discurso golpista da grande mídia?
Continue lendo »

Anatomia de uma chantagem

04/05/2011

Usura, de Antoon Van Dyck (detalhe)

Por Paulo Kliass, do site Outras palavras

Como o mercado financeiro serve-se da mídia para exigir a elevação insana das taxas de juros — e torpedear alternativas

As forças políticas e os defensores de idéias e propostas alternativas às da ditadura financeira necessitam estabelecer estratégias para convencer o público e debater com os adversários. Não basta ter as melhores proposições, nem mesmo tê-las comprovadas pela prática. É preciso ganhar a opinião pública, algo ainda mais complicado quando se trata de temas de densidade técnica, em terrenos escorregadios, onde poucos se sentem com conhecimento e capacidade de intervir. Aqui, entram em cena mecanismos fundamentais para a criação de consensos no interior da sociedade. Pouco importa se são estabelecidos pelo apego emocional ou por argumentos de pouca sustentabilidade racional. O que vale é o resultado final do embate. Quem ganhou, quem perdeu.

Continue lendo »