Posts Tagged ‘poder popular’

Filósofo Jacques Rancière faz diagnóstico preciso da atualidade

03/09/2017

por Bernardo Carvalho, escritor 

“Em que Tempo Vivemos? (“En quel temps vivons-nous?”, ed. La Fabrique) é o título de uma plaqueta publicada na França, com uma conversa entre o editor Eric Hazan e o filósofo Jacques Rancière . É um diagnóstico da atualidade.

Autor de um pensamento político original e sem concessões, Rancière revisita algumas de suas ideias fundamentais, como a diferença entre democracia e sistema representativo e a constituição de povo. Para o leitor brasileiro, a ironia é afinal poder se sentir parte do presente graças ao nosso atraso e ao nosso embrutecimento, pela sintonia com o que há de pior no mundo.

É claro que há uma brutalidade que é só nossa. No que diz respeito ao sistema representativo, por exemplo, ou mesmo judiciário, lidamos hoje no Brasil com figuras inconcebíveis na maior parte dos países considerados Estados de direito, mesmo aqueles em franca depressão democrática. É como se seguíssemos o roteiro de um filme ruim sobre o mundo dominado pelas forças das trevas.

A perplexidade diante do inconcebível exige esforço redobrado de pensamento para evitar a paralisia. Contrariando o discurso dominante, Rancière insiste em distinguir democracia e sistema representativo, o que talvez nos ajude a imaginar formas alternativas e mais eficazes para reagir ao pesadelo do impasse político brasileiro. “A democracia não é a escolha dos representantes; ela é o poder daqueles que não estão qualificados para exercer o poder.” Continue lendo »

Anúncios