Archive for the 'Teatro' Category

Quaderna, O Encantado, de Edinilson Motta Pará, estreia sábado, 2, no Teatro SESI Rio Vermelho, 20h

22/03/2016
Ricardo Stewart faz Quaderna. Foto Maurício Requião

Ricardo Stewart faz Quaderna. Foto Maurício Requião

Quaderna, O Encantado, história sobre conquistas, batalhas e lutas pela criação de um Reino no Sertão do Brasil.

Estreia no primeiro sábado de abril (2), no Teatro SESI Rio Vermelho, às 20h, o monólogo Quaderna, O Encantado, cujo texto, direção e iluminação é de Edinilson Motta Pará. Em cena o ator Ricardo Stewart (ficha técnica completa ao final do texto). A peça será encenada aos sábados e domingos de abril. O relato é costurado por elementos sonoros e visuais do universo sertanejo: lamentos, súplicas, cantos, louvores, prosas, poesias, cantos e sons armoriais, vozes, lamúrias, aboios, sons de chocalhos, apitos, etc. A trilha sonora e musical é executada ao vivo por um músico/personagem que divide o palco com o ator. Leia o resto deste post »

No Jardim do FIAC

09/10/2012

Por Luiz Marfuz

Tomo emprestado o título da bela peça desta quinta edição do FIAC (O jardim) para trazer impressões sobre o Festival; não quanto aos espetáculos, mas sobre a relação com o teatro local. E, se na edição anterior – da qual fui um dos críticos – o modo de seleção das peças baianas esteve mais próximo do quintal, desta vez, sintonizou-se com o lugar que sempre lhe coube: o jardim.

Escolhi dizer isto agora, e não antes, para evitar qualquer ilação indevida, como se eu pretendesse alguma forma de inclusão no Festival, ainda que eu não tenha feito, este ano, inscrição de qualquer espetáculo que dirigi ou participei .Não custa lembrar, na edição anterior, fiz ponderações sobre a transparência do processo de seleção do Festival, prazos de inscrição, divulgação, critérios. Alguns acharam que se tratava de mero esperneio de quem ficou de fora. Mesmo assim, ignorando as críticas, posicionei-me claramente, contando com adesão de inúmeros artistas. Leia o resto deste post »

Bando de Teatro Olodum Somos Quilombo Rio do Macaco

28/06/2012

Bando de Teatro Olodum fará leitura dramática de Candaces a Reconstrução do Fogo para garantir a permanência da Comunidade em seu território. O ato ocorrerá no domingo 8 de julho, às 10h, em freente a entrada do posto de gasolina “Inema”, Aratu, Simões Filho.

O espetáculo original é uma criação coletiva da Companhia dos Comuns, dirigida por Marcio Meirelles, baseada em pesquisa histórica e cultural sobre mulheres negras contemporâneas a antigas guerreiras africanas.

CANDACES – A reconstrução do fogo alterna coreografia inspirada nos ritos e referências à história mítica das Candaces, que viveram antes da Era Cristã, com conflitos entre um grupo de personagens contemporâneas em cujo centro está a figura da mulher, seu parceiro, seus filhos e familiares. O texto é construído a partir de pesquisa, de experiências pessoais de cada ator e de depoimentos recolhidos de 28 mulheres, enfocadas no espetáculo como ‘candaces contemporâneas’. Depois de duas temporadas, o espetáculo faz duas apresentações, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, em 20 novembro de 2004, data da comemoração do Dia Nacional da Consciência Negra.

Leve um quilo de alimento não-perecível.

VAMOS TODOS AO QUILOMBO RIO DOS MACACOS!

SERVIÇO

O QUÊ: CANDACES – A reconstrução do fogo (Leitura dramática pelo Bando de Teatro Olodum)

ONDE: Quilombo Rio dos Macacos. BA 528, entrada em frente ao posto de gasolina Inema – Aratú, Simões Filho – BA. Clique aqui para pedir uma carona.

QUANDO:Domingo (08.07) às 10h

Infotrmações do site do Movimento Desocupa
http://movimentodesocupa.wordpress.com/2012/06/29/candaces-a-reconstrucao-do-fogo/