Archive for the 'Sem categoria' Category

Alphaville: sofrimento e patologia social

01/01/2017

mal-estar-sofrimento-e-sintoma

Depois dos muros de Alphaville, o mato, é o título do prefácio escrito pelo filósofo Vladimir Safatle para o livro do seu colega uspiano Christian Dunker, Mal-Estar, Sofrimento e Sintoma, Boitempo Editorial, 2015. Dunker e Safatle são colegas do Laboratório de Teoria Social, Filosofia e Psicanálise da USP.  No filme Alphaville de Godard é o Alpha 60 quem comanda a sociedade programada e cínica; e só se logra combater a máquina por meio incontrolável, ou seja, pela “indeterminação que vem junto a palavra poética, esse pavor pascaliano diante do silêncio dos espaços infinitos. Ou seja, fora de Alphaville estava toda a experiência possível”. No Brasil,  Alphaville, lembra Safatle, é dos primeiros e dos mais famosos condomínios fechados, que se pretendem lugares seguros, controlados, supostamente protegidos do caos social e comandados pelos síndicos, substitutos de Alpha 60, gestores igualmente ignorantes acerca de poesia e filosofia, porém sabedores de “que o Real em jogo no capital é muito mais importante do que o Real em jogo na realidade”. Para o filósofo, Dunker elevou o condomínio fechado “a paradigma da forma de vida hegemônica no imaginário nacional. Mas os sonhos de condomínio fechado produzem monstros e é sobre eles que este livro discorre”, diz o prefaciador.

O autor propõe que para “compreender as configurações históricas do sofrimento psíquico [devemos] partir da reconstrução prévia dos seus vínculos com a experiência social”. Na tríade mal-estar, sofrimento e sintoma, define-se sofrimento como algo que “é indissociável de uma experiência narrativa que mobiliza sistemas sociais de valores, narrativas e expectativas fracassadas de reconhecimento”, este compreendido no campo da teoria do reconhecimento de Axel Honneth. Compreender as relações entre “sofrimento” e “sistemas sociais” torna-se fundamental para entender como “a experiência nacional e suas formas de sociabilidade fornecem quadros de circulação dos desejos e dos afetos [ e suas relações com as] patologias mentais […] modalidades de sofrimento que impõem restrições a formas almejadas de vida, mas tem também uma profunda dimensão de patologia social”.

Trata-se, portanto, de pesquisa que busca “mostrar como o sofrimento psíquico é a expressão de um social ainda não reconhecido, ou não mais reconhecido […] promessa não cumprida”, desejos insatisfeitos, irrealizados, “história de desejos que lembram a natureza danificada das formas de vida que temos, [que atestam o bom resultado] do bom funcionamento das normas sociais”, que são, na realidade, incapazes de normatizar o não normatizável. Neste diapasão, Dunker recoloca “a psicanálise no interior da história dos embates nacionais a respeito do sentido de sua formação sociocultural”. Ou seja, trata-se de um autor que nos oferta uma interpretação do Brasil e do papel da psicanálise como “crítica da cultura que privilegia os impasses de individualização e socialização” e que dialoga com uma “antropologia filosófica” oriunda de Eduardo Viveiros de Castro. Ao trazer o sofrimento para o centro da pesquisa, Dunker expressa “o impacto da situação social brasileira nas configurações do adoecer psíquico [… e] tal situação social recebe uma espécie de “tipo ideal” na figura do condomínio fechado”. O multinaturalismo do perspectivismo ameríndio é a arma “contra o adoecimento produzido por Alphaville”, na medida em que o perspectivismo ameríndio nos oferta a possibilidade de colocar-nos a cada um no mundo a partir do conhecimento de quem somos enquanto Um e Outro, como se nota na fala do índio Bororo: “Eu sou uma arara”.  (JP)

Água da barragem ameaça quilombo Rio dos Macacos

20/05/2015

Um grupo de quilombolas de Rio dos Macacos fez um protesto na tarde desta quarta-feira (20), em frente a entrada da Vila Naval da Barragem, pedindo providências urgentes para evitar uma tragédia no quilombo. Devido as fortes chuvas das últimas semanas, o nível da barragem subiu demasiadamente, ameaçando atingir os barracos mais próximos do corpo d’água.

– Estamos aqui protestando, exigindo providências urgentes, pois as águas podem derrubar as nossas moradias, desabafou Rosemeire dos Santos, líder quilombola.

Outro quilombola, José Araújo, informou que o comandante do II Distrito Naval esteve nesta quarta-feira no quilombo, quando pode ver de perto o risco que a comunidade está passando.

– A Marinha deveria ter dado a devida manutenção para evitar que o nível das águas subisse tanto. Pedi ao comandante que abrisse as comportas da barragem o máximo possível. Pois assim as águas irão baixar, explicou José Araújo.

Quilombolas questionam Nação para privilegiados

11/05/2015
D. Olinda de Oliveira e seu irmão Luiz mostram Autorização emitida pela Marinha para que possam ter acesso à sua própria residência

D. Olinda de Oliveira e seu irmão Luiz mostram Autorização emitida pela Marinha para que possam ter acesso à sua própria residência

Dona Olinda, quilombola de Rio dos Macacos, depois de viver décadas – como toda a comunidade – acossada por diversos tipos de violência praticada pela Marinha do Brasil, pergunta: qual a Nação que a Marinha diz defender?

Será a nação dos privilegiados, dos herdeiros da aristocracia racista, autoritária, elitista? E como fica a nação constituída pelos negros, indígenas e pobres historicamente espoliados e despossuídos?

De qual Nação estamos falando? Quilombo Rio dos Macacos, o filme, documenta a luta de quilombolas que afirmam o seu direito à terra e, portanto, questionam o próprio conteúdo material do conceito de Nação.

Seabra(BA): estudantes vão às ruas em defesa de trabalhador@s de escolas públicas

21/03/2015

Do Facebook de

Seabra, 20 de Março de 2015.

Tod@s nós sabemos da importância da educação para a sociedade e que a escola é o espaço de educação sistematizada, onde @s alun@s desenvolvem conhecimentos e habilidades sobre as ciências, as artes e esporte e se constroem enquanto indivíduos/cidadãos.

Sabemos também que a educação pública neste país é sucateada, faltam investimentos, mas sobram burocracias que impedem o fortalecimento das escolas públicas. É conhecimento de tod@s as dificuldades enfrentadas pelos professores pela baixa remuneração, más condições de trabalho e desvalorização da profissão.

Mas, o que sabemos sobre o trabalho de profissionais essenciais para o funcionamento das escolas? Quantos de nós pensamos no trabalho d@s porteir@s, d@s merendeir@s, do pessoal da secretaria e da limpeza? Pois bem, na educação pública estadual da Bahia, esses serviços são TERCEIRIZADOS! Esses profissionais, fundamentais para a escola, recebem baixos salários, não tem estabilidade na profissão e vem enfrentando sérios problemas relacionados a direitos trabalhistas, a saber:

– Estão sem receber o vale-alimentação regularizado, há 13 meses. Estavam recebendo um valor mais baixo e descobriram que deveriam receber cerca de R$ 100,00 a mais;

– Em 2013, não receberam o salário nos meses fevereiro e março. Ainda hoje essas pendências não foram regularizadas;

– Em 2015 ainda não receberam o salário de fevereiro nem março. Alguns funcionários não recebem há três meses;

MPF/BA apura possível violação de direitos humanos em ação policial que resultou em mortes no Cabula

11/02/2015

O Ministério Público Federal na Bahia (MPF/BA) instaurou na terça-feira, 10 de fevereiro, inquérito civil a fim de apurar possível violação de direitos humanos em atos praticados por policiais militares da Rondesp, em abordagem ocorrida na última sexta-feira, 6, a um grupo de pessoas na Estrada de Barreiras, no bairro do Cabula, em Salvador/BA. A ação policial resultou na morte de 13 pessoas, deixando feridas outras três, sem que se tenha notícia de qualquer sindicância instaurada a fim de apurar eventuais excessos por parte dos agentes. O caso também será apurado pelo Ofício Criminal do MPF/BA. Leia o resto deste post »

O começo do fim do ciclo petista

03/02/2015

Ciclo PT

Por Josias Pires

Parece fora de dúvida que a eleição de Cunha é forte indicador da crise política em que mergulhamos, quando forças econômicas aliadas a políticos nefastos lograram capturar o poder Legislativo para realizarem a baixa política a que estão acostumados, pois entraram na atividade partidária exatamente para fazer negócios legais e ilegais – reproduzindo a lógica dos 300 picaretas aos quais se referia o Luis Inácio de outros tempos. Leia o resto deste post »

Roberto DaMatta: Derrota vai fazer Brasil acordar para problemas

09/07/2014
Torcedores (Getty)

Para antropólogo, frustração e revolta nas arquibancadas pode transbordar para outras áreas

O placar de 7 a 1 para a Alemanha vai afetar a autoestima dos brasileiros, tão ligada ao futebol, e transbordar para outras áreas. A opinião é do antropólogo e escritor Roberto DaMatta, que conversou com a BBC Brasil logo após o jogo desta terça-feira.

“O futebol nos deu, sim, autoestima, mas não podemos reduzir o Brasil a isso. Essa derrota vai fazer o Brasil acordar e ter lucidez para lidar com seus problemas, em termos de segurança, saúde e especialmente no mundo da política, já que a eleição está aí”, disse.

O antropólogo diz lamentar a derrota do Brasil, mas vê uma compensação no fato de que ela vai abrir os olhos de muita gente. “Não sabemos ainda como, mas que vai haver um transbordamento para outras áreas, isso vai.”

Frustração

Para DaMatta, a frustração e como lidar com ela é algo importante para o brasileiro e isso pode impulsioná-lo a ter uma visão diferente, com mais nitidez, das mazelas nacionais.

E essa mudança ganha mais peso diante do placar dramático. “É preciso ter em mente que 7 a 1 é mais que uma simples derrota, é uma demonstração clara de que estávamos vivendo uma ilusão”, disse DaMatta, que já analisou o Brasil por meio do futebol em diversos textos. Alguns deles reunidos no livro “A bola corre mais que os homens – duas Copas”.

O antropólogo acredita que o golpe na autoestima do brasileiro com o jogo desta terça-feira terá reflexos nas próximas semanas, até a eleição, e também depois disso, até os jogos de 2016.

Essa derrota vai fazer o Brasil acordar e ter lucidez para lidar com seus problemas

Roberto DaMatta

“A Olimpíada está aí e, com essa derrota, será preciso lidar com as questões nacionais, porque ela vai colocar o país em xeque de uma maneira brutal, especialmente na área da política pública.”

Alegria do povo?

Saindo da esfera pública e voltando para o estádio em si, DaMatta acredita que o baque contra a Alemanha é uma chance para se reorganizar o futebol no Brasil.

“Para mim, com a minha cabeça de quase 80 anos e assistindo futebol desde o s 10, esse jogo de foi o fim de um ciclo. Vi o início do futebol aqui, sua ascensão, e agora isso. É como se fosse o fim do futebol-alegria-do-povo.”

O antropólogo acredita que a goleada vai provocar a reorganização do mercado do futebol no Brasil.

“O futebol da seleção vai ser desmitificado. Porque o que vemos atualmente é a magia do marketing e não do futebol – e isso precisa mudar.”

DaMatta critica o que chama de criação de mitos, formando um cenário que, para ele, parece Hollywood.

“A saída do Neymar, por exemplo, exemplifica bem isso. Cantar o hino segurando a camisa dele? Ele morreu? O Pelé se machucou e ganhamos a Copa em 62”, diz o antropólogo, acrescentando que agora vai torcer para a Argentina. “Em nome dos latino-americanos.”

Leia o resto deste post »

Aconteceu perto da sua casa

08/07/2014

Atendendo a sugestão do cineasta Fábio Rocha vi ontem (7) Aconteceu Perto Da Sua Casa (C’est Arrivé Près De Chez Vous) filme belga de 1992, feito por Rémy Belvaux, André Bonzel e Benoit Poelvoorde sobre um personagem serial killer Ben (Poelvoorde). O filme narra as íntimas relações do personagem com a equipe realizadora do suposto documentário.

Ben rouba e mata, inclusive, para levantar grana para a realização do filme. Refere-se à equipamentos e ângulos de filmagens, a filmes de gangster e terror. Ironicamente repugnante, a obra apropria-se de variados clichês para – poder-se-ia dizer – “denunciar” a banalização da violência, particularmente a violência no próprio cinema, que é um tema absolutamente central nos estúdios hollyoodianos, do qual este filme barato e aparentemente caseiro é a perfeita contraparte paródica.

Foi o vencedor do prêmio da crítica internacional no Festival de Cannes de 1992 – Prêmio André Cavens de Melhor Filme pela “Film Critics Association (UCC).

Secretaria Geral da República publica nota sobre negociações com o Quilombo Rio dos Macacos

11/05/2014

Abaixo a nota com o ponto de vista da Secretaria Geral. Nela falta, evidentemente, a explicação de que da área proposta pelo governo ficaram de fora todos os cursos d’água da comunidade. O Ministério Público Federal propôs a definição de um protocolo de uso compartilhado da barragem, que preserve os interesses da segurança nacional e os da sobrevivência da comunidade (Josias Pires).

9 de Maio de 2014

A Secretaria-Geral da Presidência da República apresentou, na terça-feira (06/05), em Salvador (BA), a quinta proposta do Governo Federal para a resolução do conflito fundiário envolvendo a comunidade quilombola de Rio dos Macacos, em Simões Filho/BA. A proposta, entretanto, foi rejeitada pelos quilombolas presentes à reunião, que reivindicaram praticamente toda a área da Vila Naval da Barragem (278 dos 301 hectares) e o uso da barragem construída pela Marinha.

O ministro Gilberto Carvalho lamentou a rejeição da proposta e a postura adotada pelos representantes da comunidade de Rio dos Macacos: “Nos contatos preliminares à reunião, eles se mostravam muito propensos a aceitar o acordo. Fico triste por saber que, sem o acordo, quem vai sofrer são os próprios moradores da região.”, afirmou. Segundo o ministro, “não havendo o acordo, não há muito o que fazer, porque a Marinha não pode retirar a ação que move na Justiça, para reintegrar aquela área”. Segundo o ministro Gilberto Carvalho, o Governo Federal ainda está aberto a retomar as negociações, desde que os quilombolas revejam sua posição e aceitem a delimitação apresentada na reunião, uma vez que ela contempla os interesses dos diversos órgãos federais envolvidos na questão.

A proposta do Governo Federal foi construída por meio do diálogo entre diversos órgãos de governo, além da própria Secretaria-Geral: Ministério da Defesa, Marinha do Brasil, Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), Fundação Cultural Palmares e Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Ela prevê a demarcação de 104 hectares dentro da área reivindicada pelos quilombolas, incluindo uma área da Marinha do Brasil de 86 hectares ao norte da barragem da Vila Naval, além de 6 hectares ao sul da Vila Naval, onde reside a família mais antiga da comunidade quilombola. O Governo Estadual, por sua vez, cederá 12 hectares contíguos ao terreno de propriedade da Marinha, na parte norte. Com isso, apenas uma das 40 famílias que vivem hoje no local precisaria se deslocar, o que seria feito apenas após a construção de uma nova casa. A proposta abrange ainda a elaboração de um projeto de aquicultura familiar, com o objetivo de garantir aos quilombolas a retomada de suas atividades pesqueiras, além de políticas públicas do Programa Brasil Quilombola, contemplando assistência técnica rural, saúde, educação e habitação, dentre outras áreas.

Histórico

A comunidade de Rio dos Macacos foi certificada como quilombola pela Fundação Cultural Palmares através da Portaria nº 165, de 27 de setembro de 2011, publicada no Diário Oficial da União em 04 de outubro daquele ano, na forma do Decreto 4.887/2003 e da Portaria 98/2007 da Fundação. A partir de então, o Incra deu início ao processo de identificação e delimitação territorial, no âmbito do qual foi elaborado laudo antropológico. Há registros do início do século XX da presença de moradores, ascendentes de ocupantes atuais da região, que deram origem ao quilombo de Rio dos Macacos a partir das fazendas Macaco, Meireles e Aratu. O laudo que serviu de base para o processo do Incra apontou preliminarmente uma área de 301 hectares como o território reivindicado pela comunidade quilombola. Este território coincide, quase que integralmente, com a área de propriedade da União administrada pela Marinha do Brasil, na qual funciona a Vila Naval da Barragem.

A vila abriga 400 servidores da Marinha com suas famílias, e a barragem lá localizada abastece a Base Naval de Aratu, segunda maior base da Marinha no país. Por conta da barragem da Vila Naval, a área em litígio é relevante para salvaguardar os interesses de defesa nacional, dado que a Base Naval deve ser independente da rede local de abastecimento de água e energia elétrica – Aratu conta com geradores próprios de energia.

A comunidade, apesar de ter características rurais (conforme relata o laudo antropológico do Incra), está localizada em região urbana e densamente povoada na região metropolitana de Salvador. Este é mais um fator que aumenta a complexidade do conflito fundiário, que envolve interesses protegidos constitucionalmente e reconhecidos pelo Estado brasileiro, quais sejam, a defesa nacional e a preservação das comunidades quilombolas, com a garantia das terras que ocupam tradicionalmente.

Atuação da Secretaria-Geral

A Secretaria-Geral foi procurada por moradores da região de Rio dos Macacos durante o Seminário Internacional “Convenção 169 da OIT: experiências e perspectivas”, realizado em março de 2012, promovido em parceria com a Organização Internacional do Trabalho. Naquele momento, a Fundação Palmares já havia reconhecido a comunidade como quilombola e o Incra encontrava dificuldades para realizar o trabalho de campo dentro da área da União.

Desde então, a Secretaria-Geral tem realizado uma mediação visando uma solução do impasse, garantindo o interesse da União na manutenção da área, bem como a preservação dos direitos da comunidade quilombola local. Essa atuação se dá através do diálogo com os integrantes da comunidade, da articulação entre os órgãos do Governo Federal envolvidos (Ministério da Defesa, Marinha do Brasil, Seppir, Incra e Fundação Palmares), além da articulação federativa com o Governo da Bahia e a Prefeitura de Simões Filho, sempre com o acompanhamento do Ministério Público Federal, por meio da 6ª Câmara de Coordenação e Revisão e da Procuradoria Regional da República na Bahia.

Desse amplo processo de diálogo e articulação, surgiram as cinco propostas apresentadas até aqui pelo Governo Federal na negociação com a comunidade. Também como fruto deste processo, foram obtidas importantes conquistas para os quilombolas, que incluem a construção e reforma de casas com risco de desabamento, que será feita através de convênio entre o Ministério da Defesa e a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano; a criação de um acesso independente para a comunidade, com a construção pelo Exército Brasileiro de uma estrada que ligará a BA-528 ao núcleo principal de moradias; autorização para construção de um centro comunitário para a Associação dos Remanescentes de Quilombo Rio dos Macacos; e a autorização para retomada do plantio e da criação de animais para subsistência.

Assim, a Secretaria-Geral tem trabalhado pela composição e conciliação dos interesses envolvidos nesta questão, com a clareza de que a solução pacífica e negociada é o melhor caminho, tanto para a preservação da comunidade quilombola e quanto para a garantia da defesa nacional.

http://www.secretariageral.gov.br/noticias/ultimas_noticias/2014/05/09-05-2014-quilombolas-do-rio-dos-macacos-rejeitam-acordo-proposto-pelo-governo-federal-1

 

 A greve da PM e o projeto de nação

15/04/2014

greve_pm_ba

Ônibus recolhidos às garagens, escolas e universidades suspendem aulas, muita gente sequer sai de casa. Está criado mais um clima de pânico em Salvador, desta vez graças à greve da PM decretada na noite de terça-feira (15). Quais são os interesses que estão por trás da mobilização da polícia? Qual o projeto de nação está embutido na disputa em curso?

A greve da PM se não for debelada em curto prazo poderá vir a ser gigantesca pedra no meio do caminho da campanha do candidato petista. Greve duradoura poderá significar pá de cal nas ilusões de Rui Costa. Nestes percalços a campanha ganha certo tom de indefinição, ficamos diante de uma imagem difusa, sobretudo quando nos aproximamos da Copa do Mundo.

Paira no ar a suspeita de que algo poderá ocorrer na Copa do Mundo. Muitos temem, outros aguardam ansiosos a reedição das jornadas de Junho 2013 cujas consequências sempre são imprevisíveis. Todos se preparam para alguma surpresa. O desejo de mudanças atravessa todas as camadas sociais, mas falta-nos talvez a vanguarda capaz de acionar as sínteses e os passos necessários para o caminho das transformações. Leia o resto deste post »

Dinheiro teria sido fator decisivo para Paulo Souto mudar de ideia

11/04/2014

Por Josias Pires

Observadores da cena política baiana acreditam que o fator decisivo para Paulo Souto mudar de ideia e voltar a postular sua candidatura ao governo estadual teria sido a oferta vultosa de recursos para a campanha vinda de ricos empresários. Um tanto cansados de gerir seus interesses por meio de um governo de meia esquerda, o alto empresariado – ou pelo menos, setores dele – estaria apostando firme num representante direto, ex-governador testado, para sempre articulado com a engrenagem capitalista.

A oposição tentará repetir ao nível da eleição estadual o fenômeno soteropolitano de aproveitar-se e fomentar a rejeição ao PT, que levou à vitória de Neto. Quem dispõe de pesquisas minuciosas podem inferir que a rejeição ao petismo baiano tem potencial de crescimento – resta saber se esse crescimento será capaz de superar a maioria que elegeu o PT nas duas últimas campanhas. O esquema de Neto-Souto-Geddel e o arco empresarial que o apoia acredita que sim e, evidentemente, usará a campanha televisiva para ganhar os eleitores.

Como sabemos, o uso do tempo no horário eleitoral da tevê é decisivo na eleição – vide o que ocorreu com o ex-prefeito João Henrique (2008), que entrou na segunda disputa com índices de rejeição altíssimos e, embalado pela grana e propaganda de Geddel/governo federal, ganhou a eleição em Salvador para fazer um dos governos mais desastrosos da história da cidade. Embalado agora por milhões injetados diretamente pelo “mercado” este mesmo esquema pretende desbancar o petismo wagneriano.

E o PT – e seus aliados de todos os lados – será capaz de resistir à impetuosidade do esquema adversário e provar para os baianos que seu governo merece continuar positivo e operante? Evidentemente que o poder da máquina governamental – para além do PT – terá o papel de tentar desequilibrar a força adversária. Para a eleição de Wagner em 2006 (contra Paulo Souto) quem teve papel decisivo foi Luís Inácio Lula da Silva e foi o governo federal fiador indispensável para a sua reeleição. Até agora a eleição de Dilma parece assegurada. Isto também ajuda – e muito – o candidato petista Rui Costa.

O governador Wagner pediu, por meio da imprensa, que a oposição venha debater projetos. Até hoje os eleitores decidem levando em conta interesses mais comezinhos. A nossa educação política ainda não alcançou o debate consistente de projetos de governo e de Estado. A Bahia tem uma carência profunda, fatal, de projetos consistentes. O projeto que prevaleceu aqui nos últimos 50 anos foi o da mercantilização da vida baiana em praticamente todos os setores e relações sociais. Neste sentido, somos hoje plenamente capitalistas, mesmo que vivamos em um capitalismo profundamente desigual e medíocre. Por isso é salutar o alerta do governador para o debate de projetos. É o que todos nós esperamos. Que o PT apresente o seu projeto; e que as oposições apresentem os seus projetos. E que tenhamos capacidade política de separar o joio do trigo. Ilusão?

Sabemos todos nós que o PT tornou-se o gestor do capitalismo local, tentando – e muitas vezes logrando êxito – instaurar o investimento social, buscando reverter a tremenda desigualdade brasileira. Contudo, se é verdade que a economia dos últimos dez anos mexeu para melhor na vida de 80% dos brasileiros – e isto será decisivo para a reeleição de Dilma – contudo carecemos de um projeto de nação alternativo ao do capitalismo/ dos capitalistas. Isto é óbvio. É inaceitável os valores hegemônicos do consumismo e do mercadismo obsceno prevalecerem entre nós sem que os seus prejuízos sejam denunciados, combatidos e suprimidos. Afinal, são os valores hegemônicos que nos legaram esta sociedade violenta, hipócrita, egoísta, narcísica. O sonho de transformá-la acabou?

Leia o resto deste post »

Teia de Cordéis portugueses e brasileiros

04/04/2014

Teia Cordeis 1

Por Josias Pires

O I Congresso Nacional de Trovadores e Violeiros, realizado na Bahia em 1955, teve à frente o poeta alagoano-baiano Rodolfo Coelho Cavalcante e contou com a presença de cantadores de todo o país, inclusive do pioneiro editor João Martins de Athayde. Conta a folclorista Hidelgardes Vianna que durante o tempo que ficou na Cidade da Bahia, hospedado nas imediações da Ladeira de São Bento, o pernambucano teve a companhia assídua e persistente de Cuíca de Santo Amaro, que outrora havia vendido nas ruas e feiras livrinhos de histórias publicados por Athayde.

Pernambuco, Paraíba, Ceará foram estados que saíram na frente na edição e publicação de folhetos, dando continuidade à forte tradição oral sustentada por trovadores e violeiros da mais alta capacidade poética. Na Bahia, Rodolfo Coelho Cavalcante e Cuíca de Santo Amaro, sem nenhuma dúvida os dois grandes trovadores populares do século XX no estado, foram também os primeiros a produzirem localmente em grande quantidade (para os padrões da atividade e da época), nas décadas de 1940 e 1950, sobretudo, quando passaram a abastecer o mercado local com enorme variedade de títulos semanais, abrindo franca concorrência com os folhetos pernambucanos.

Teia Cordeis 2                                                                   Teia Cordeis 3

Assim como sempre alimentou o/ foi alimentado pelo samba do Rio de Janeiro, mantendo ao longo de séculos um fluxo e refluxo com aquele estado, a Bahia mantém, ainda que sem a mesma evidência para o caso do samba no Rio de janeiro, mantém um circuito de alguma espécie com a literatura popular de Recife e outros endereços do Nordeste – algo inevitável, obviamente. Traçar os contornos de tal circuito, porém, é tarefa ainda para ser executada, até onde sei.

Enquanto esta história aguarda a sua escrita, vamos tomando conhecimento de iniciativa relevante no campo do conhecimento da literatura popular brasileira. O livro catálogo “Teia de Cordéis”, de Maria Alice Amorim e Arnaldo Saraiva, editado pela Fundação de Cultura Cidade do Recife (2013) contém as imagens de capas e versos de mais de 500 folhetos de literatura popular que ficaram em exposição, em 2011/2012, no Museu de Arte Popular, da Prefeitura de Recife – sim, lá há um Museu de Arte Popular que abrigou a grandiosa exposição com folhetos portugueses e brasileiros. Foram 254 folhetos portugueses da coleção de Arnaldo Saraiva e 258 brasileiros da coleção de Maria Alice Amorim. Folheto do segundo ano do século XVII (1602) aos livrinhos do século XX.

Arnaldo Saraiva apresenta-nos a seguinte lista temáticas dos folhetos: poesia, narrativa, teatro, crítica, autos, dramas, tragédias, farsas, entremezes, monólogos, desafios, comédias, sátiras, invectivas, paródias, anedotas, cartas, crônicas, biografias, histórias, contos, moralidades, dissertações, elogios, exemplos, testamentos, orações, oráculos, hinos, canções, elegias, fados, décimas, odes, coplas, aventuras, paixões, sonhos, viagens, suspiros, sucessos, confissões, velhos e novos príncipes, bandidos, soldados, namorados, clérigos, criados, deputados, fanfarrões, fantasmas, Adão e Eva, São João e S. Pedro, Paulo e Virgínia, Manoel e Maria, Imperatriz Porcina, Carlos Magno, Bertoldo, A Padeira de Aljubarrora, A donzela Teodora, Magalona, João de Calais, Bocage, José do Telhado, Deus e o Diabo.

É uma lista, evidentemente, incompleta dado a riqueza de títulos e temas da exposição, que publica alguns folhetos ligados ao ciclo das navegações, como o de João Calais e o poema antológico A Triste Vida de Um Marujo que ao lado do romance da Nau Catarineta foram algumas das matrizes centrais do folguedo que ficou conhecido como Marujadas, Cheganças de Marujos, Fandangos no Nordeste brasileiro. Da coleção de Maria Alice saem autores e temas clássicos de Portugal e do Brasil ao lado da poesia de novos autores.

Teia Cordeis 4

Os dois curadores publicam textos de apresentação muito pertinentes. Publico abaixo os três primeiros parágrafos do texto De Portugal e do Brasil: o próximo, o distante, voz própria, de Maria Alice Amorim. Que comparece também com um ensaio “Existe um novo cordel? Imaginário, tradição, cibercultura”.

“O novelo de Ariadne, no labirinto vai unindo ramagens, cosendo rupturas, redesenhando começos, bifurcações. É Aracne que de si própria extrai os fios com que tece a precisão e a beleza, desafios à deusa Atenas. Nem pista sem saída, nem rumo estéril, os muitos fios que compõem a paisagem tradicional da literatura popular brasileira, conhecida sobretudo pelos matizes da poética de violeiros repentistas e de cordelistas, deixam vislumbrar caminhos herdados, mudanças de rota, voz própria. A partir do instante inaugural, no século XVI, entre terras lusas e brasileiras cordões umbilicais engendravam heróis, mitos emblemas. Inicialmente guiada por prévios roteiros de criação, exteriores à cultura local, a literatura de cordel se vale da astúcia de Ariadne e do primor artístico de Aracne, abraçando o desafio de não se enredar na própria teia, não se perder em labirintos, nem se deixar devorar. Assume voz própria, conquista autonomia criadora no continuuum das tramas seculares de engenhosa narrativa poética, constituindo-se patrimônio imaterial do Nordeste brasileiro e, de maneira exuberante, no Estado de Pernambuco.

Recife sempre se destacou, desde o início do século XX, na invenção, edição e difusão do folheto popular. Foi considerando este relevante dado histórico e, igualmente, o volume e a importância da produção de/sobre o folheto popular brasileiro, disseminado país afora ao longo de mais de um século e a partir de matrizes poéticas populares medievais de procedência europeia, que surgiu a pertinente iniciativa de propor à pauta do Museu de Arte Popular (MAP), da Prefeitura da Cidade do Recife, uma exposição que pudesse abranger a produção editorial portuguesa, a partir mesmo da datação dos mais antigos exemplares de que se tem notícia em acervos institucionais e particulares – o século XVIII – e que contemplasse, ainda, a produção editorial brasileira estabelecida como produção cultural do Brasil, inaugurada com autores considerados pioneiros na consolidação da tradicional poética cordelística no país, a exemplo de Leandro Gomes de Barros, Francisco das Chagas Batista, Silvino Pirauá de Lima, João Martins de Athayde.

Teia Cordeis 5

Assim, proposta aceita, aconteceu no MAP, entre março de 2011 e maio de 2012, a exposição Teia de Cordéis – desdobrada em suas expografias: Cordéis Portugueses/Coleção Arnaldo Saraiva, Cordéis Brasileiros/Coleção Maria Alice Amorim – sob a curadoria de ambos os colecionadores no tocante à exibição dos portugueses e somente sob a de Maria Alice Amorim quanto aos brasileiros. O presente catálogo trata, pois, do registro dessa atividade museológica que, na primeira parte, se caracterizou por ter sido pioneira, em território nacional, quanto ao expressivo volume de literatura de cordel d’além mar aqui jamais antes exibido numa mesma ocasião e espaço, abarcando edições do período histórico em que foi prolífica tal produção editorial: os séculos XVII, XVIII, XIX e XX. Esse primeiro momento permitiu, portanto, que o público pudesse conferir no MAP, durante quase três meses, documentos raros, inclusive um folheto português de 1602, então o mais antigo da coleção de Arnaldo Saraiva”.

Quilombolas baianos se unem em apoio ao Rio dos Macacos

08/02/2014

Quilombolas Encontro Esc Pq

Por Jackson Sousa

Salvador sediou neste sábado (8) o Encontro das Associações e Comunidades Quilombolas do Estado da Bahia, na Escola Parque, Caixa D’Água. O evento contoo com mais de 500 lideranças quilombolas de 11 macro regiões do estado, para debater políticas públicas para esses quilombos e reforçar apoio à comunidade Rio dos Macacos. Leia o resto deste post »

Fuzileiros da Marinha derrubam casa no quilombo Rio dos Macacos

30/01/2014
Somos quilombo X
Nota da Associação dos Advogados de Trabalhadores Rurais – AATR
“Hoje, os moradores da comunidade quilombola foram surpreendidos com mais um ato de violência e arbitrariedade da Marinha de Guerra do Brasil. Os fuzileiros navais derrubaram a casa de Seu Luis Gozanga de Souza Oliveira, quilombola, filho de Dona Maria, uma das quilombolas mais idosas da comunidade, nascida e criada naquelas terras. Leia o resto deste post »

URGENTE: Fuzileiros derrubam casa em Rio dos Macacos

30/01/2014

Enquanto Antonio Lessa, chefe de gabinete do ministro da Defesa, acompanhando do Almirante Nazaré, alta autoridade da Marinha percorriam o quilombo Rio dos Macacos, na manhã desta quinta-feira (30), com lideranças da comunidade para definir o traçado da estrada alternativa de acesso ao lugar, um grupo de fuzileiros navais irrompeu na área e derrubou a casa de Luis Oliveira, filho de d. Maria Oliveira, moradora da área há 86 anos. Revoltada com a situação algumas pessoas da comunidade deslocaram-se para a entrada da Vila Naval da Barragem, onde estão neste momento estão cobrando providências das autoridades.

– É um absurdo completo. Enquanto o Ministério da Defesa quer resolver o problema alguns oficiais da Marinha estão criando mais problemas. Queremos a solução urgente dessa situação, conclamou d. Olinda Oliveira, uma das lideranças da comunidade e irmã de Luis Oliveira.

Fuzileiros armados quebram cerca em Rio dos Macacos

29/01/2014

Cerca de dez fuzileiros navais, armados, percorreram ontem (28) à tarde o interior do quilombo Rio dos Macacos, inquirindo moradores acerca da participação no ato de protesto realizado na segunda-feira (27) e quebrando pequenas cercas feitas por algumas famílias para proteger hortas do acesso de animais.

–       Chegaram aqui fazendo perguntas, afrontando as pessoas e quebrando as cercas. Dissemos para eles que temos autorização do governo para fazer nossos plantios mas não quiseram nos ouvir, relatou um morador que preferiu não se identificar.

Em documento publicado no site do Ministério da Defesa dia 15 passado, o ministro Celso Amorim garantiu que apoia a construção do centro comunitário, a viabilização do fornecimento de água, reparação de imóveis, o plantio, cultivo e criação de animais, além de repudiar quaisquer atos de violência.

–       Queremos saber de onde partiu a ordem para esses fuzileiros entrarem em nossa comunidade e fazer o que fizeram, cobrou a fonte.

 

A Tarde: Quilombo Rios dos Macacos protesta

28/01/2014

Numa nota curta publicada na página A5 desta terça-feira (28) 0 jornal A Tarde noticia:

“Moradores da comunidade quilombola Rio dos Macacos, localizada na Vila Naval da Barragem (Simões Filho – Grande Salvador) protestaram, ontem à tarde, contra agressões de oficiais do 2o. Distrito Naval da Marinha do Brasil contra or irmãos Ednei e Rosemeire Messias dos Santos. Uma estrada que dá acesso à Base Naval de Aratu foi fechada. Os quilombolas pedem a apuração do crime de tortura contra os irmãos Messias dos Santos, a construção de uma entrada para a comunidade alternativa à guarita da Vila Naval, a permissão para fazer as casas do quilombo, a publicação – no Diário Oficial – do relatório técnico feito pelo Instituto de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) e a titulação de propriedade do território. Dois inquéritos – instaurados pelo Ministério Público Federal (MPF-BA) e pelo Ministério Público Militar (MPM) apuram as denúncias de agressão. Imagens da Câmara de Segurança da Vila Militar foram solicitadas pelo MPF-BA há 21 dias”. Leia o resto deste post »

Quilombolas de Rio dos Macacos protestam contra violência

27/01/2014

Quilombo Man pós prisão Rose

Uma manifestação dos quilombolas de Rio dos Macacos, em protesto contra a violência praticada por sentinelas da Marinha contra duas lideranças da comunidade dia 06 de janeiro passado, parou por algumas horas, no início da tarde desta segunda-feira (27),  a estrada da Base Naval de Aratu, defronte à guarita do condomínio residencial Vila Naval. Leia o resto deste post »

Ministro da Defesa anuncia apoio às reivindicações dos quilombolas de Rio dos Macacos na Bahia

22/01/2014

Rio do Macaco

 

Os incidentes entre moradores da comunidade quilombola Rio dos Macacos, no município de Simões Filho (BA), e militares do condomínio residencial da Marinha conhecida como Vila Naval da Barragem, ocorridos no dia 6 de janeiro passado, quando dois membros da comunidade foram detidos sob a alegação de supostas ameaças e desacato contra as sentinelas de serviço levaram o ministro da Defesa Celso Amorim a anunciar a posição oficial sobre o assunto.

Leia o resto deste post »

Nesta terça (19), 19h, Auditório da Fac. Visconde de Cairu

18/11/2013
Foto da capa
Organizado por Raphael Fontes Cloux e Izabel de Fátima Cruz Melo o livro reúne textos deles dois e mais: Marlon Marcos, Liliane Ferreira Mariano da Silva, Cristiane Batista da Silva Santos, Ricardo George Souza Santana que exercitam a multidisciplinaridade.

Valdina Pinto lança autobiografia na próxima terça (26)

18/11/2013

No Forte da Capoeira,

Lançamento: autobiografia da Makota Valdina,

Santo Antonio Além do Carmo, 26/11, 18h.

valdina 2

“É preciso não ter vergonha de suas origens. E ir em busca da história que ainda não foi escrita (…) os valores que precisam ser resgatados no sentido da construção de um mundo futuro, com justiça, equilíbrio e harmonia em face de suas diversidades étnicas, culturais e sociais; isso tem que começar a partir do lugar em que estamos no mundo”. Valdina Pinto.

A escrita, edição e lançamento deste livro podem ser tomados como oferenda, que esta brava e doce mulher , professora e cuidadora de gentes e de inquices põe a circular entre todos nós, a voz insistente e pungente de Valdina Pinto, guerreira da paz e da fé

Do chão batido do antigo Engenho Velho da Federação nasceu Valdina e sua história de enfrentar desafios e ajudar na construção de um mundo melhor para todos. Na Associação de Moradores num  tempo em que estas organizações sociais enfeixavam a luta pelas liberdades democráticas e pelas melhorias urbanas. Valdina que abraça a religião dos seus ancestrais torna-se embaixadora da tolerância religiosa, do diálogo que se espalha por dezenas e dezenas de palestras e encontros em todo o mundo. Valdina Pinto é uma das pessoas indispensáveis do nosso tempo. (Josias Pires)

Crueza, riso e lirismo em Amnésis

20/05/2013

dineyaraujo3

Texto: Clodoaldo Lôbo
Foto: Diney Araújo

Sons, ruídos de vozes, falas esparsas, entoações como de ladainhas, inicialmente.
Aos poucos, as vozes vão ganhando vida e nitidez. Vê-se ao fundo telão com imagens do Centro Histórico de Salvador.
Como se estivéssemos numa peça inspirada por Grotowski, que preconizava um teatro pobre, apenas três atores no palco organicamente e a luz sutilmente poderosa de Irma Vidal incidindo sobre eles.
Aos poucos, as falas vão se interpenetrando, embora continuem parecendo solilóquios. Leia o resto deste post »

Visita de vereadores ao quilombo foi adiada para quarta-feira (27)

25/03/2013

Atenção: A presidente da Associação Quilombola de Rio dos Macacos, Rosimeire dos Santos, acabou de informar que a Câmara Municipal de Simões Filho adiou para a próxima quarta-feira (27) a visita ao quilombo, pois os vereadores foram convocados pelo comandante da Base Naval de Aratu para uma reunião prévia amanhã (26) pela manhã.

Olho de Boi, filme curto de Diego Lisboa

21/03/2013

por Diego Lisboa
Olho de boi é um filme de curta-metragem que conta a saga do menino Junca para realizar o sonho de ir a escola com seus novos sapatos. Mas neste percurso ele vai enfrentar grandes desafios. O filme foi todo rodado na comunidade do Bate-facho e contou com a grande colaboração e participação dos moradores. A eles todo o meu agradecimento! Leia o resto deste post »

Geraldo Pereira – “Vai Que Depois Eu Vou”, por Anjos do Inferno

03/03/2013

Falso amor sincero,vai que depois eu vou-Walter Alfaiate e Nelson Sargento

03/03/2013

Áudios da Missão de Pesquisas Folclóricas (1938)

27/02/2013

Este fonograma é o primeiro de uma coleção de 23 postados juntos no youtube.

Por Carlos Augusto Calil

Em 1938, quando o Departamento de Cultura financiou a Missão de Pesquisas Folclóricas, Mário de Andrade deparava-se com o dilema da modernidade: ao mesmo tempo que as manifestações populares corriam o risco de desaparecer com a crescente urbanização do país, o avanço tecnológico da época proporcionava meios de capturá-las em discos, fotografias e filmes. Leia o resto deste post »

Todos juntos por Salvador

17/10/2012

A “zona cinza” do conservadorismo

02/09/2012

Por Wilson Roberto Vieira Ferreira

Em debate na Faculdade de Ciências Sociais da USP sobre “A Ascensão Conservadora em São Paulo”, a filósofa Marilena Chauí sugeriu em sua fala uma interessante conexão entre os “aparatos neoliberais” oferecidos à classe média, o encolhimento da esfera pública e a expansão da privada e o conservadorismo político. Talvez tenhamos aqui uma novidade: a percepção de uma zona cinza ou desconhecida ainda não plenamente explorada nem pela psicologia ou pelas ciências sociais: seriam possíveis os aspectos sensoriais e cognitivos envolvidos nas diferentes “acoplagens” das pessoas com esses “aparatos” (automóvel, computador, celulares, TV etc.) moldarem visões de mundo e ideologias? Leia o resto deste post »

Mensalão como paradigma da complexidade informativa

05/08/2012

Por Carlos Castilho, Observatório da Imprensa

O mensalão já é um divisor de águas na comunicação, independente do resultado do julgamento do STF.  O processo é um caso típico de situação altamente complexa tratada de forma dicotômica pela imprensa e pelo marketing eleitoral dos partidos políticos.  E seja qual for o desfecho, as sequelas vão mostrar qual o papel dos jornalistas na formação de uma nova cultura informativa no país.

O mensalão é um caso complexo tanto do ponto de vista legal como da ética e da institucionalidade.  Ele não se limita ao caso de um ladrão comum sendo flagrado com dinheiro na cueca pela polícia. Envolve um sistema de financiamento de campanhas eleitorais existente há décadas no país, um esquema de superfaturamento de obras igualmente instalado há muito tempo e cumplicidades institucionais e financeiras difíceis de serem configuradas legalmente. Qualquer especialista em Direito sabe disto.   Leia o resto deste post »

Informes da Ocupação do Incra pelos quilombolas

26/07/2012

por Rafael Brito Gomes

No momento o clima mantê-se calmo com as pessoas dentro do no Instituto Nacional de Reforma Agraria (INCRA) retendo seu Superintendente que encontra-se tranquilo e conversando com os Ocupantes. Leia o resto deste post »

VII Mostra A Cidade CRIA Cenários de Cidadania

24/07/2012
Um dos objetivos da Mostra é trazer diálogos sobre a sociedade e seus problemas para perto da comunidade. Após cada apresentação – exceto no dia 28 – haverá uma Roda de Conversa: elenco e público irão conversar com convidados sobre os temas de cada espetáculo. Leia o resto deste post »

“Brasil forjado na ditadura representa Estado de exceção permanente”

18/07/2012

Para professores, filósofos e defensores de direitos humanos, o golpe de 64 moldou um país de estruturas autoritárias, que garante direitos apenas para as classes proprietárias e que transformou a exceção em consenso. Em seminário realizado em São Paulo, eles afirmaram que a exceção é o novo modo de governo do capital e que o povo brasileiro vive um momento perigosíssimo de letargia. A reportagem é de Bia Barbosa.

Do site Carta Maior, por Bia Barbosa

SÃO PAULO – Qual a idéia de “Estado de exceção”? Na interpretação tradicional do termo, trata-se de um momento de suspensão temporária de direitos e garantias constitucionais, decretado pelas autoridades em situações de emergência nacional, ou mediante a instituição de regimes autoritários. Seu oposto seria o Estado de Direito, conduzido por um regime democrático. Na avaliação de professores, filósofos e defensores de direitos humanos, no entanto, a existência de um Estado de exceção dentro do Estado de Direito seria exatamente a característica do Brasil atual, forjada no período da ditadura militar e que, mesmo após a redemocratização do país, não se alterou. Esta foi uma das conclusões do seminário sobre a herança da ditura brasileira nos dias de hoje, promovido pela Cooperativa Paulista de Teatro e pela Kiwi Companhia de Teatro realizado esta semana, em São Paulo. Leia o resto deste post »

Defensoria pede suspensão da retirada de moradores de rio do Macaco

18/07/2012

Do Correio

A Defensoria Pública da União na Bahia (DPU/BA) pediu, nesta terça-feira (17), a suspensão do processo que ordena a retirada dos moradores da comunidade Rio dos Macacos do terreno da União. Leia o resto deste post »

Conflito em rio do Macaco leva a morte de morador de 75 anos

17/07/2012

A sistemática violação dos direitos humanos por parte da Marinha do Brasil na área quilombola do rio do Macaco leva a comunidade ao nível de tensão altissimo, provocando vários tipos de problemas graves e, inclusive, mortes. Como hoje se deu com um senhor de 75 anos. Leia o desabafo de Vilma Reis, escrito depois do enterro do morador.

Sepultamento e Revolta em Rio dos Macacos

Companheiras e companheiros,

Hoje a tarde vivemos o inacreditável, fomos ao enterro de um morador de Rio dos Macacos, no Cemitério de Periperi, que depois de deliberada ação de assédio por parte da Marinha do Brasil, depois de ver muitas árvores que ele plantou morrerem misteriosamente envenenadas, ainda na semana passada ouviu de uma moradora da Vila Naval, construção irregular dentro do Território Quilombola, disse a senhor…a “O senhor e todos os seus vão embora, o senhor será o primeiro”, este homem de 75 anos não aguentou a pressão, passou mal, infartou, foi internado no Hospital do Subúrbio no final de semana e na madrugada, de ontem para hoje veio a óbito. Leia o resto deste post »

Hoje! Menino Joel no Teatro Vila Velha, 19h

13/06/2012

Do blog do

 

O Movimento DESOCUPA e o Teatro Vila Velha promovem hoje mais uma edição especial do Projeto A CIDADE QUE QUEREMOS às 19h, com a exibição do filme Menino Joel, documentário dirigido pelo italiano Max Gaggino e produzido por Rodrigo Cavalcanti. O filme foi realizado sem nenhum apoio financeiro e está sendo recusado pelos cinemas da cidade.

O pequeno Joel, que sonhava em ser mestre de capoeira, foi morto em 2010 enquanto dormia em sua casa no bairro Nordeste de Amaralina por uma bala disparada a esmo por policiais militares que não apenas assassinaram o garoto como também se recusaram a prestar socorro à vítima. Uma infeliz coincidência marcou este caso, fazendo com que ele deixasse de ser apenas mais uma estatística: o menino Joel teve sua vida roubada pelo mesmo estado que se utilizou de sua imagem encantadora alguns meses antes para fazer propaganda turística ao melhor estilo “Bahia, terra da felicidade”.

CLIQUE AQUI PARA VER O TRAILER DO FILME

Deputados federais visitam rio do Macaco nesta segunda para investigar denúncias

02/06/2012

A violação de direitos humanos fundamentais por parte da Marinha do Brasil contra agricultores da comunidade quilombola do rio do Macaco, nas proximidades da Base Naval de Aratu, na Região Metropolitana de Salvador, levou a Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados a decidir investigar in loco as denúncias.

O presidente da comissão de Direitos Humanos, deputado Domingos Dutra (PT/MA), acompanhado dos seus correligionários eleitos pela Bahia, Luiz Alberto, Amauri Teixeira e Valmir Assunção , realizarão a audiência pública com os moradores, na comunidade quilombola Rio do Macaco. O encontro começará às 9h e contará ainda com a participação do secretário Elias Sampaio e representantes da Secretaria de Povos e Comunidades da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir).

Leia o resto deste post »

Dia 13 julgamento da inconstitucionalidade da LOUOS

02/06/2012
Passeata do DESOCUPA exige a anulação da LOUOS em fevereiro (Saiba mais aqui).
Do Blog do Movimento Desocupa

A Ação Direta de Incontitucionalidade (ADIN) movida pelo Ministério Público da Bahia contra a nova Lei de Ordenamento do Uso e da Ocupação do Solo (LOUOS) teve julgamento agendado na justiça baiana para próximo dia 13 de junho. O MP afirma que a nova LOUOS traz evidente risco de prejuízo para toda a população de Salvador.

Leia o resto deste post »

SOS Rio dos Macacos

28/05/2012
Publicado por Vilma Reis, no facebook
MARINHA DO BRASIL ACABA DE CERCAR A CASA DE UM MORADOR DE RIO DOS MACACOS E AMEAÇA DERRUBAR –

Todas as instituições responsáveis por esta situação precisam se pronunciar, pois todos o poderes, leis e instituições do país estão em funcionamento e elas valem como ordemamento juridico também para a Marinha do Brasil.

A casa deste morador foi muito abalada com as chuvas que cairam em Salvador nos últimos dias , tem várias familias morando dentro da mesma casa, porque a Marinha não permite construção nova e nem reforma, e por isso o morador tentou fazer uma reforma para garantir a permanência das pessoas no imovel.

Estamos ligando para todas as autoridades implicadas neste caso. Que não ocorra uma tragédia hoje no quilombo Rio dos Macacos. A tropa está sob comando de um oficial que já colocou a arma na cabeça de uma moradora idosa da Comunidade, e por isso o medo das pessoas que lá estão presenciando a situação.

Compartilhar · há ± 1 hora ·

Jornalistas protestam contra abusos de programas policiais da televisão

22/05/2012

Por Josias Pires

Circulou hoje na internet diversos textos, comentários e compartilhamentos de um vídeo com a “reportagem” de uma jornalista da Band Bahia que humilha no ar, durante alguns minutos, um jovem negro tido como ladrão e estuprador. Antes que a Justiça e demais instâncias do Estado julguem e condenem o sujeito, a emissora de tevê, o programa jornalístico e a repórter decidem explorar a miséria daquele sujeito infeliz. Aqui: http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=F6VCbJHtzdc

Por que não fazer uma reportagem, de fato, sobre o caso? Há bons exemplos. Lembro-me agora do filme documentário Ônibus 174, tá tudo lá. Merecemos reportagens dignas sobre aspectos diversos da vida urbana. Apurar mais sobre os personagens envolvidos nos fatos, levantar as provas se for capaz e apresentar honestamente aos telespectadores, contribuindo com a sociedade, colaborando para o aperfeiçoamento das relações interpessoais.

Leia o resto deste post »

Sem ilusões

20/05/2012

Por Haroldo Abrantes

Tenho lido alguns bons textos sobre futebol aqui neste blog. No último sábado assisti cerca de 20 minutos da transmissão da final da Liga dos Campeões da Europa, até começar uma conversa sobre a cartolagem dos dois times que se enfretavam , o Chelsea, da Inglaterra e o Bayern de Munique, Alemanha. O debate abordava a preferência dos locutores para o Bayern, já que este é administrado aos moldes antigos, com diretoria e associados, não como o moderno Chelsea, time pertencente a um único empresário de nacionalidade russa. O repórter escalado para abastecer a transmissão com informações extra e intra campo deu o golpe de misericórdia sugerindo que o dinheiro do empresário russo poderia estar ligado à máfia do petróleo. Nesse momento desliguei a TV e respirei aliviado por me livrar de tanto obscenidade. Leia o resto deste post »

E por falar em sertão

09/05/2012

Foto Calil Neto

Por Martha Galrão

Fui assistir O homem que não dormia. Gostei pra caralho. Me identifiquei totalmente com o filme, o roteiro, a maneira como a história foi contada. A identificação inteira, intensa, nesse filme é imprescindível, porque Edgard não faz concessões. Edgard é um homem de muita coragem.
Leia o resto deste post »

‘O Homem Que Não Dormia’ é empreendimento de alto risco

04/05/2012

O mais novo longa metragem do cineasta baiano Edgard Navarro chegou às salas de cinema.
Navarro está construindo um conjunto de obras cinematográficas de alta relevância, pela coragem de enfrentar questões candentes e maestria narrativa. Capaz de despertar o riso, o escárnio, o gozo e tantos sentimentos nos espectadores. “Acorda Humanidade”, gritava o louco de Bertrand Duarte em O SuperOutro. Os seus filmes nos propõem o abismo como salvação – por isso abaixo a gravidade! – são filmes-cachoeira – no bom sentido, no sentido dado pelo mestre Humberto Mauro para quem cinema é cachoeira, são imagens jorrando diante dos nossos olhos (Josias Pires). Leia abaixo dois textos sobre o filme de Edgard Navarro escrito por críticos de cinema do jornal O Estado de São Paulo.
Leia o resto deste post »

Cachoeira, o desafio da mídia

02/05/2012

O jornalista Luis Nassif faz, mais uma vez, relevante análise sobre o momento político brasileiro, particularmente do ponto de vista das relações entre mídia e poder, resenhando o quadro desenhado pelas denúncias do envolvimento da revista Veja e da editora Abril com o crime organizado. E mais do que isto, a cumplicidade dos grandes grupos de mídia do Brasil ao silenciar acerca das denúncias.Este é mais um momento crucial do processo de democratização do Brasil. Depois de constituir-se como porta voz da oposição política ao petismo-lulismo, a grande mídia aparece agora convivente com o crime organizado, revelando face pouco conhecida das suas atividades.

A Internet, a blogosfera, as novas mídias alternativas serão capazes de desmontar o discurso golpista da grande mídia?
Leia o resto deste post »

Eu só quero entrar em minha casa com dignidade

02/05/2012

Por Sandro Santana, jornalista, escritor e mestre em Cultura e Sociedade pela UFBA

Esta frase do filme Pistoleiros do Entardecer (1962), resume a carreira de Sam Peckinpah, o último dos grandes diretores de western. Peckinpah fez o atestado de óbito, ressuscitou o gênero e o transformou. Vamos falar de Tragam-me a cabeça de Alfredo Garcia (1974), um dos seus filmes mais pessoais, reflexo do inferno pessoal regado a álcool e drogas que o diretor mergulhara.
Leia o resto deste post »

Capitães de Areia selecionado para o Festival de Cinema Brasileiro de Paris

18/04/2012

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O filme de Cecília Amado está entre os oito longa metragens selecionados para a 14a. edição do Festival de Cinema Brasileiro de Paris, que será realizado entre 09 e 22 de maio.

A lista completa dos filmes de ficção selecionados:

Capitães de Areia – Dirigido por Cecília Amado.
Historias que assim existem quando lembradas – Julia Murat Direção
O Abismo prateado – Dirigido por Karim Aïnouz

Leia o resto deste post »

Revista HQ Supercadeirante será lançada neste domingo

10/04/2012

Resultado da troca de saberes entre a atividade acadêmica do professor Jaime Sodré e a experiência cotidiana de Huna Pires como pessoa com necessidades especiais, ou seja, que tem maiores dificuldades para mover-se no espaço urbano. Eis a revista de histórias em quadrinhos “Supercadeirante”, que será lançado no próximo domingo, às 10h, na Biblioteca Monteiro Lobato, em Nazaré.
Leia o resto deste post »

Debate e exibição de filmes marcam o Dia do Curta Metragem nesta quarta

09/04/2012

Por Carollini Assis, da ABCV/ABD-Bahia

Exibição de Ser Tão Cinzento, Pornographico e Penitência acontece na próxima quarta-feira, 11 de abril, às 19 horas, no Saladearte Cine XIV
Leia o resto deste post »

Secult lança Colegiados Setoriais das Artes

06/04/2012

Processo deverá favorecer a definição de políticas públicas participativas para os vários segmentos das artes da Bahia.

Da Asco/ Funceb

Nesta segunda-feira, 9 de abril, das 19 às 21 horas, será realizado na Sala Walter da Silveira (Barris – Salvador) um ato de lançamento dos Encontros Setoriais das Artes de 2012. Voltados à articulação de agentes e ao debate sobre as questões de cada setor dentro da realidade da Bahia, os Encontros Setoriais das Artes são promovidos pela Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), unidade da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA), e estabelecem o necessário diálogo entre poder público e sociedade civil, sendo tomados como referência para a condução das políticas públicas para as Artes no estado. Neste momento inicial, todas as linguagens artísticas do escopo da FUNCEB – Artes Visuais, Audiovisual, Circo, Dança, Literatura, Música e Teatro – serão reunidas para que se apresente a proposta fundamental a ser trabalhada este ano: a construção dos Colegiados Setoriais das Artes. Leia o resto deste post »

PEC 215 é risco de uma nova invasão colonial

22/03/2012

Direitos indígenas e quilombolas ameaçados

Por Daniel Calazans Pierri

Hoje, dia 21 de março de 2012, ficou evidente que o Congresso Brasileiro representa tudo o que há de mais retrógrado na política mundial. A aprovação da chamada PEC 215 na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara indica a disposição de grande parte do parlamento brasileiro em reinaugurar o período de Invasão Colonial, dilapidando territórios indígenas através de um neobandeirantismo ruralista vergonhoso e inimaginável para o século XXI.
Leia o resto deste post »

I Encontro de Estudos das Culturas dos Sertões

08/03/2012

A Secretaria de Cultura da Bahia – SECULT-BA promove no período de 06 a 11 de maio a Celebração das Culturas dos Sertões, em Salvador e Feira de Santana. O evento busca estimular a construção colaborativa de políticas culturais para os sertões e acolhe múltiplas expressões e manifestações das culturas sertanejas.

No âmbito da Celebração, está previsto a realização do I Encontro de Estudos das Culturas dos Sertões, que abrange: sessões de estudos, debates e discussões de trabalhos que analisem e reflitam sobre as culturas dos sertões, nos dias 07 e 08 de maio de 2012, no Centro de Cultura Amélio Amorim, em Feira de Santana. Leia o resto deste post »

Camarote Salvador foge do debate com Movimento Desocupa

07/03/2012

 A sessão do fórum “A Cidade que queremos”, que está sendo realizada neste momento no Teatro Vila Velha para debater a ocupação da praça de Ondina pelo Camarote Salvador, começou sem a presença do representante da empresa proprietária do empreendimento, a Premium Entretenimento, Luiz Mendes Júnior. O tema da sessão foi definido pelo movimento a partir de sugestão da empresa que, na última hora, encaminhou mensagem por e-mail aos organizadores alegando que, estando a questão judicializada “acreditamos que, em respeito ao Poder Judiciário, a sede do debate deve ser a própria Justiça”, afirma. Leia o resto deste post »

Hera documentário: dia 9 de março no ICBA, 20 h

16/02/2012

Via Fabrício Ramos

No próximo dia 9 de março (sexta), às 20h, no ICBA, em Salvador será exibido o documentário “hera”, sobre a revista literária feirense que  marcou época na poesia e na arte baianas. A exibição contará com a presença dos poetas que participaram do doc. Leia o resto deste post »

Defensoria Pública da União quer embargo do Camarote Salvador

11/02/2012

A Defensoria Pública da União da Bahia (DPU/BA) ajuizou, nessa sexta-feira (10), ação civil pública (ACP) pedindo o embargo e a supressão da estrutura já montada do Camarote Salvador, na área da Praça de Ondina, no final do circuito Dodô, em decorrência de ilegalidades e irregularidades observadas no processo de ocupação da praça pela empresa Premium, proprietária do camarote.

Leia o resto deste post »

Ação Popular contra Lous no Fórum Ruy Barbosa será nesta terça

16/01/2012

Por Josias Pires

A assessoria jurídica dos vereadores que articularam a ação popular para a anular a votação da Lous, informou que o documento será ajuizado na Justiça amanhã, a partir das 14 horas, no Fórum Ruy Barbosa. A atividade teve que ser adiada de hoje para amanhã a fim de concluir a reunião de todos os documentos anexos que acompanham o arrazoado jurídico. Leia o resto deste post »

Nesta segunda, 14h, Ação Popular contra Lous no Fórum Ruy Barbosa

16/01/2012

Hoje (16) às 14h, no Fórum Ruy Barbosa (Campo da Pólvora) será ajuizada na Justiça uma Ação Popular visando o cancelamento da votação da Lei de Ordenamento e Uso do Solo (Lous). A ação será assinada pelos vereadores Gilmar Santiago (PT), Vânia Galvão (PT), Marta Rodrigues (PT), Aladilce Souza (PC do B), Olívia Santana (PC do B) e Andréa Mendonça (PV) e por dezenas de lideranças da sociedade civil.

A ação busca evitar que sejam consideradas válidas as emendas enxertadas na aprovação da  LOUS que promoveram várias alterações no Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU); no zoneamento de diversas áreas da cidade; ampliação do gabarito para a construção de novos prédios na Orla, que levará ao sombreamento de vários pontos da praia; a liberação do uso de Transcons na Orla; a extinção do Parque do Vale Encantado; alterações na composição do Conselho da Cidade e retirada do seu caráter deliberativo.

Salvador tem final de ano com política melancólica

28/12/2011

Por Josias Pires

Final de ano melancólico para a política soteropolitana. A Câmara Municipal foi sufocada por um pacotaço de projetos de grande repercussão na vida da cidade, alguns encaminhados a pedido do governo estadual e outros pelos amigos de JH do mercado imobiliário. Como o governo do estado deixou a prefeitura jogar solta, JH mandou um projeto maledicente para a Câmara, ou seja, altera o zoneamento da Fonte Nova e embute no balaio a mudança de gabarito na Orla.

É uma malandragem que passou o ano todo na gaveta e foi jogada na mesa no final do ano.

Leia o resto deste post »

Comunidade de Rio dos Macacos luta por permanência em território tradicional reivindicado pela Marinha

01/11/2011

Da Associação de Advogados dos Trabalhadores Rurais da Bahia (AATR)

Hoje (01), às 05:30, representantes de diversas comunidades do Recôncavo se uniram aos quilombolas de Rio dos Macacos para protestar contra a ação de despejo decretada pelo juiz da 10ª Vara Federal, a pedido da Marinha do Brasil. A mobilização aconteceu na porta da VILA MILITAR, condomínio da Marinha situado na estrada da Base Naval de Aratu, e teve como objetivo reivindicar a permanência da comunidade bicentenária no local e solicitar o cumprimento de acordo estabelecido com o prefeito de Simões Filho, Eduardo Alencar, que prometeu moradia para as 43 famílias que moram na Barragem dos Macacos.

Leia o resto deste post »

De volta

07/09/2011

Voltamos aqui ao nosso formato blog. A volta foi motivada por mais uma queda do www.bahiranrede.com, que,  inexpicavelmente, tem saido do ar. Além disso, o tem problemas de configuração que não conseguíamos resolver. Vamos ficar por aqui, postar aqui, até a solução dos problemas.

Bem-vindos e boa leitura.

Novo endereço

24/07/2011
.

www.bahianarede.com

.

24/07/2011

.

Convite

15/07/2011

Caro leitor,

O novo site  ainda está na fase de ajustes mas já estamos editando os novos textos de lá:

www.bahianarede.com

E você  é nosso convidado para o lançamento, dia 23, às 19h45min, antes do espetáculo Moças Aéreas, no Circo Picolino. Só precisa confirmar presença na caixa de comentários do convite  lá no site  ou pelo e-mail bahianarede2@gmail.com

PMDB pede cabeça do diretor do DNPM na Bahia

10/07/2011

Usina de níquel em Itagibá.Foto Manu Dias/Secom

por Josias Pires

De olho no crescimento do setor mineral no Brasil e na Bahia, o PMDB já derrubou o diretor geral do Departamento Nacional de Política Mineral (DNPM), Miguel Cedraz (PT-BA), avança sobre a direção do órgão nos estados mais importantes do país na área mineral e o cacique baiano do partido, Geddel Vieira Lima, já pediu a cabeça do diretor do DNPM na Bahia, Teobaldo Rodrigues, indicado pelo deputado Nelson Pelegrino e pelo senador Walter Pinheiro.

Leia o resto deste post »

Nicolelis e a sinfonia dos neurônios

06/07/2011

O próximo passo na trajetória do neurocientista Miguel Nicolelis será a construção da primeira prótese cortical, que visa restaurar a mobilidade de pessoas que sofrem as consequências da perda dos movimentos de membros superiores e inferiores. O projeto é do Grupo Internacional Andar de Novo, que reúne cientistas e universidades dos Estados Unidos, Alemanha, Brasil e Suiça. Leia o resto deste post »

A Orla de Salvador entre o sonho e a realidade

06/07/2011
Do Observatório da Copa Salvador 2014 
Por Daniel J. Mellado Paz
Ali era o primitivo Morro do Cristo; abaixo, uma praia de banhos. O que fizemos com esse lugar?

Em Salvador a história tende a se repetir. E desde a primeira vez como farsa. Uma dessas repetições acontece em grandes obras públicas, num dueto entre o Poder Público e a imprensa, revelada pela leitura dos jornais ao longo das décadas. A Copa do Mundo em Salvador tem dado margens a uma nova repetição em linhas gerais, quando não em detalhes. O litoral atlântico da cidade pode ilustrar essa farsa.

Leia o resto deste post »

Frente Parlamentar do Audiovisual na Câmara

05/07/2011

Do site PT na Câmara

Por Rogério Tomaz Jr.

fatima_saude

Foi lançada nesta terça-feira (5), na Câmara dos Deputados, a Frente Parlamentar Mista do Audiovisual. A deputada Fátima Bezerra (PT-RN) é a presidente e o deputado Artur Bruno (PT-CE) é o vice-presidente da Frente, que reúne 219 deputados e 19 senadores.

Leia o resto deste post »

Estrela do mar é ameaçada por pesca predatória

05/07/2011

As estrelas do mar são ornamentos muito utilizados em lojas de biquinis

Da Agencia de Notícias de CT&I Ciencia e Cultura

Por Mariana Almofrey*

Ao entrar em uma loja de biquínis, é comum ver uma, ou mais  estrelas do mar expostas como objeto de decoração na parede. Geralmete são da espécie Oreaster Reticulatus, também utilizadas em religiões afro brasileiras. “Uma vez eu contei nas vitrines de apenas dois andares de um shopping de Salvador 50 delas. Tem mais estrelas lá do que dentro da Baía de Todos os Santos!”, fala em tom de brincadeira a coordenadora do projeto, “Os Animais de Nossas Praias”, Doutora Orane Falcão, do Instituto de Biologia da Universidade Federal da Bahia (Ufba).

Leia o resto deste post »

Sanções e privacidade na Internet

05/07/2011
Da Agência Câmara de Notícias
Por Lara Haje e Pierre Triboli
Foto: Luiz Alves
Paulo Teixeira
Deputado Paulo Teixeira

Um grupo de deputados colocou em consulta pública uma proposta alternativa para punir os crimes cometidos pela internet. Já está em análise, no Congresso, há 12 anos, projeto de lei sobre o assunto (PL 84/99), que que vem recebendo críticas de deputados e ativistas da internet livre por ameaçar o direito à privacidade.

Leia o resto deste post »

Internet – Ataque, não: protesto!

05/07/2011

Do Blog Link

FOTO: Bill Ebbesen

Por Richard Stallman
Fundador da Free Software Foundation

Os protestos online feitos pelo grupo Anonymous são equivalentes a uma manifestação na internet. É um erro classificá-los como atividade de grupos hackers (uso da astúcia brincalhona) ou de crackers (invasão de sistemas de segurança).

Leia o resto deste post »

“A cena é tua, Pitanga”, dizia Glauber

04/07/2011

Por Guilherme Sarmiento e Cyntia Nogueira

Da Revista CineCachoeira

CineCachoeira

Você começou a atuar em Bahia de todos os santos?

Antônio Pitanga

Bahia de todos os santos foi o primeiro longa-metragem, primeiro e único, do Trigueirinho Neto. Trigueirinho é um diretor de cinema… Era, né?! Porque agora ele é guru em Belo Horizonte, onde atende o mundo inteiro. Na época, o Triguerinho tinha acabado de se formar na Europa com o curta-metragem Nasce um mercado. Recebeu o grande prêmio de um festival na Itália e veio para o Brasil com a história que daria origem a Bahia de todos os santos. Desembarcou aqui com uma equipe paulista. É um filme até emblemático, porque estava além de seu tempo, foi muito bombardeado. Falava sobre o trabalho na estiva, com uma posição muito forte para época, que era a formação do sindicato, lideranças sindicais e tal. Eu representava no filme um desses lideres que participavam da revolta do cais do porto. Então havia uma história que, acredito até, com certeza, influenciou Glauber Rocha, um cara de cinema que até ali só tinha curtas metragens. Foi aí que nasceu o Cinema Novo, com Glauber juntando-se com Roberto Pires, que já tinha feito Redenção, Oscar Santana, Braga Neto, fundando a Iglu Filmes.

Leia o resto deste post »

2 de Julho de d. Maria de São Pedro

02/07/2011

Foto: Portal da Metropole

Ela é de Maragogipe, mora em Salvador há 36 anos. Seu nome é Maria de São Pedro (sim!) e faz aniversário no dia 2 de Julho. É costureira, botou no mundo doze filhos, criou sozinha, na máquina de costura. Uma das filhas, Néa é a estilista e ajuda na confecção dos elementos da cenografia que ela cria há 22 anos na fachada da sua casa no Santo Antonio Além do Carmo, por onde todo ano passa o desfile.

Leia o resto deste post »

O poder da Fifa nas obras da Copa

29/06/2011

Do Estadão, via Luis Nassif On Line

Eugênia Lopes e Denise Madueño / BRASÍLIA

A Câmara dos Deputados diminuiu os poderes da Fifa e o Comitê Olímpico Internacional (COI) na definição de gastos das obras para a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada de 2016. A alteração foi feita ontem à noite na votação da medida provisória que cria as regras especiais de licitação para obras dos dois eventos, o chamado Regime Diferenciado de Contratações Públicas (RDC). O texto, que será votado agora pelos senadores, também deixou mais claro que os órgãos de controle terão acesso aos orçamentos previstos nos editais das obras.

Leia o resto deste post »

Em defesa da Internet livre

27/06/2011

po   PetitionOnline

Por André Lemos, Sergio Amadeo e João Carlos Rebello Caribé

EM DEFESA DA LIBERDADE E DO PROGRESSO DO CONHECIMENTO NA INTERNET BRASILEIRA

A Internet ampliou de forma inédita a comunicação humana, permitindo um avanço planetário na maneira de produzir, distribuir e consumir conhecimento, seja ele escrito, imagético ou sonoro. Construída colaborativamente, a rede é uma das maiores expressões da diversidade cultural e da criatividade social do século XX. Descentralizada, a Internet baseia-se na interatividade e na possibilidade de todos tornarem-se produtores e não apenas consumidores de informação, como impera ainda na era das mídias de massa. Na Internet, a liberdade de criação de conteúdos alimenta, e é alimentada, pela liberdade de criação de novos formatos midiáticos, de novos programas, de novas tecnologias, de novas redes sociais. A liberdade é a base da criação do conhecimento. E ela está na base do desenvolvimento e da sobrevivência da Internet.

Leia o resto deste post »

Psyfamily

27/06/2011

Psyfamily na estação ferroviária de Iaçu.

Por  Marcus Gusmão

Na lan house o garoto quase encosta o rosto no computador. Seus óculos de grau cinco não dão conta da miopia de 12,5. Leia o resto deste post »

UFRB homenageia Antônio Pitanga

27/06/2011

Do blog O Recôncavo

Ator participa nesta quarta-feira do seminário “O negro no cinema brasileiro”, com lançamento da revista CineCachoeira, e exibição do filme A Grande Feira (1961), de Roberto Pires, que comemora 50 anos.

Após se tornar capital do Estado durante um dia, a cidade de Cachoeira, no Recôncavo baiano, recebe, nesta quarta-feira (29/06), o ator Antônio Pitanga, para participar de um debate sobre O negro no cinema brasileiro, com o lançamento da segunda edição da revista eletrônica CineCachoeira e da exibição do filme A Grande Feira (1961), de Roberto Pires, que integra a mostra Antônio Pitanga e o Ciclo Baiano e comemora 50 anos como um marco da cinematografia baiana.

Leia o resto deste post »

Cultura brasileira em terras portuguesas

25/06/2011

Via Nelson Cerino, por e-mail

Saberes e fazeres populares, práticas diversas e festas da Terra Brasilis foram apresentadas recentemente na Universidade de Coimbra, Portugal, através da programação da Semana Cultural Brasileira,  que reuniu trabalhos acadêmicos feitos por pesquisadores e atividades que tomaram como referência diferentes práticas culturais do Brasil.

Leia o resto deste post »

Como financiar projetos culturais pela internet

25/06/2011

Conheça os criadores do Catarse, um site que possibilita o financiamento projetos culturais pelo público,  via internet . Entrevista de  Vicente Escudeiro,  no Digestivo Cultural.

Momentos poéticos Baianos – 5

25/06/2011

Foto: Haroldo Abrantes

 Minha fogueira, eu acendo pra Xangô.

Será o São Benedito!?

24/06/2011

Blacktitude une rap e arrasta-pé Leia o resto deste post »

Hobsbawm: crise leva Europa à direita

21/06/2011
Do site Carta Maior   (via e-mail de Alberto Freire)
blog de Beppe Grillo entrevistou Eric Hobsbawm, um dos maiores historiadores marxistas vivo. A entrevista aconteceu no dia do seu 94º aniversário, quando esteve em Roma para o lançamento da tradução italiana de seu livro How to Change the World – Why rediscover the inheritance of Marxism.Hobsbawm analisa a possibilidade de uma deriva rumo à direita nos próximos anos na Europa, por razões relacionadas com a depressão econômica, a ânsia por segurança e a estagnação da União Europeia, arcada sob o peso da obrigação de ser cada vez maior e maior e pela falta de visão política comum. Além disso, os movimentos de resistência têm crescido mais em regiões onde há um maior número de jovens – por exemplo no norte da África e nos países em desenvolvimento, não na Europa. Mas, acima de tudo, Hobsbawm, que faz questão de dizer que é um historiador, não um futurologista – fala-nos sobre o que é hoje o marxismo e sobre os seus efeitos. Leia o resto deste post »

Regulação democrática da mídia

20/06/2011

Ilustraçao do Blog do Miro

Por Eugênio Bucci, do Observatório da Imprensa (via e-mail de Patrícia Santana)

Se em todas as democracias esse é um assunto delicado (a regulação da mídia), no Brasil ele é ainda mais sensível, pois, como vimos, nossa relação com a liberdade não tem sido assim tão positiva. Podemos dizer que, muitas vezes, nós somos um país que tem relações mais íntimas com a censura do que com a imprensa.

Leia o resto deste post »

Brigitte Bardot

20/06/2011

Tom Zé

A Brigitte Bardot está ficando velha,
envelheceu antes dos nossos sonhos. Leia o resto deste post »

Gravata Colorida

20/06/2011

Solano Trindade

quando eu tiver bastante pão
para meus filhos
para minha amada
pros meus amigos
e pros meus vizinhos
quando eu tiver
livros para ler
então eu comprarei
uma gravata colorida
larga
bonita
e darei um laço perfeito
e ficarei mostrando
a minha gravata colorida
a todos os que gostam
de gente engravatada…

Via Blog do Noblat

“Reaja” critica programa Pacto pela Vida

19/06/2011
Por Josias Pires
O lançamento do Pacto pela Vida pelo governo da Bahia  representa, de um lado, a tentativa da gestão pública de buscar respostas para a crise de segurança pública que nada mais é do que a maior de todas as heranças malditas legadas pelos 400 anos de relações escravistas e colonislistas que caracterizam a história brasileira; e que os 100 anos de República foram incapazes de remediar. Afinal, somos ainda herdeiros de uma República profundamente marcada pelas desigualdades sociais.

Ingressos esgotados, teatro quase cheio

19/06/2011

Por Wolfgang Berim Bau

Bravo! Os aplausos de um teatro quase lotado mas com ingressos esgotados indicam sucesso de público para a montagem relâmpago de Pedro e o Lobo pelo BTCA e a OSBA, com estreia ontem e ultima sessão hoje, às 16 horas, no Teatro Castro Alves, a R$ 10 e 5. Leia o resto deste post »

1ª virada cultural da Bahia será em Mar Grande

17/06/2011

Roberto Mendes, BaianaSystem, A volante do Sargento Bezerra, Camisa de Vênus, Chita Fina e Retrofoquetes estão entre as 21 atrações já confirmadas.
A virada está anunciada com 30 horas seguidas de música, poesia, capoeira, teatro de rua, artesanato e gastronomia nos dias 14 e 15 de outubro, em Mar Grande, na Ilha de Itaparica. Leia o resto deste post »

Brasil sem miséria e a dívida dos Estados

16/06/2011


Por Sérgio Furquim*, especial para o Bahia na Rede.

Recentemente a presidente Dilma Rousseff lançou o programa Brasil sem Miséria, com o intuito de retirar mais de 16 milhões de brasileiros da linha de pobreza extrema. A Bahia, com 2,4 milhões de cidadãos nesta condição, lidera o ranking desta triste realidade. Leia o resto deste post »

Morcego

16/06/2011

Nelson Maca*
Para o B. Boy Ananias – Parceiro Nato

Quando Neguinho teve acrescentado à sua galeria de apelidos o de Morcego, não foi diferente de quando ele ganhou o Pelezinho sem que abandonassem o caseiro Nenê. Ou seja, ele sempre se faz múltiplo também na coleção de vulgos. Mas isso só poderia ser assim mesmo, pois enquanto se alastra a notícia de seu último feito, ele já anda preparando alguma novidade. Leia o resto deste post »

Tem sanfoneira no Pelourinho, em nova data

16/06/2011

Inédito, risco Brasil é menor que risco EUA

15/06/2011

Via  Aninha Franco, no Facebook:
Eis porque
Paul Mc Cartney no RJ,
e Sharon Jones na Bahia…

Por Leonencio Nossa, Renata Veríssimo e Patricia Lara, da Agência Estado

BRASÍLIA – O ministro da Fazenda, Guido Mantega, informou nesta quarta-feira, 15, que pela primeira vez na história o risco Brasil é menor que o risco dos EUA. Em entrevista no Palácio do Planalto, Mantega disse que a notícia mostra “a solidez da economia brasileira e a confiança que temos do mercado”.

Leia o resto deste post »

Caetité quer audiência da Câmara Federal

14/06/2011

Foto: Revista Imagem

Ativistas da luta ambiental em Caetité protestaram pelo fato de que não foram convidados representantes da comunidade, da cidade e dos movimentos sociais para a audiência pública na Câmara dos Deputados, requerida pelo deputado Amauri Teixeira (PT-BA), sobre a contaminação por lixo radioativo na cidade. A Comissão de Seguridade Social da Câmara aprovou o pedido, e a audiência está marcada para quinta-feira, dia 16, a partir das 9:30h, no Plenário 7. Os convidados são Odair Dias Gonçalves, Presidente da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN); Leonam dos Santos Guimarães, Assistente do Diretor Presidente da ELETRONUCLEAR – Eletrobrás Termonuclear S.A.; e Marcos Nogueira Martins, Diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da Comissão Nacional de Energia Nuclear.

Sarau Bem Black

14/06/2011


Lançamento do CD “Mixtape SEI LÁ”, da dupla Robson Veio, ex-vocalista das nas bandas Lisergia, Sem Acordo e Lumpen. e de Mauro Telefunksoul, Dj que já integrou a Zambotronic, a Tritor e acompanhou Adelmo Casé.

No Sankofa African Bar, nesta  quarta-feira, a partir das 19:30h, com entrada franca. Pockt show ao final do Sarau. Mais informações no blog Gramátca da Ira.

Pinheiro nega ter participado de marcha

13/06/2011
O senador Walter Pinheiro (PT) negou ter participado da Marcha contra  a Lei da Homofobia e disse ser a favor da criminalização da homofobia. Leai trecho da entrevista concedida ao programa “Acorda Cidade”, da rádio Sociedade, de Feira de Santana (BA).

Recentemente o Sr. foi alvo de críticas por participar da Marcha contra  a Lei da Homofobia, o que deixou o Movimento LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros) do Partido dos Trabalhadores baiano, indignado. Qual a sua posição em relação à Homofobia?

Leia o resto deste post »

Cegos querem manter IBC ativo

13/06/2011

Por Huna Pires, do Blog Bahia na Rede

Em 1891, o imperador D. Pedro II criou o Instituto Imperial dos Meninos Cegos, no Rio de Janeiro, com a nobre intenção de promover a educação para crianças deficientes visuais. Hoje, com o nome de Instituto Benjamin Constant (IBC), em homenagem ao seu terceiro diretor, o Instituto é uma referencia importante na prestação de serviços a este nicho da sociedade, na produção de materiais em áudio para os estudantes e garantindo o seu acesso a educação qualificando e inserindo essas pessoas na sociedade. Não consigo entender onde está a sabedoria dos nossos governantes quando, hoje em pleno século XXI, com toda esta campanha pela inclusão social, pelos direitos iguais e, de repente, ficamos sabendo que o IBC vai fechar. Educação é para todos! Não somente no discurso. E para que o IBC feche, o Ensino regular tem de estar preparado para receber esses alunos. Como não estamos preparados para isso, o IBC não pode fechar. Não deixem que aqueles que não vêem o sol fiquem completamente cegos para o resto do mundo! Assinemos a petição (http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2011N8365) e mostremos que se não temos a sabedoria de um imperador ou de um santo, temos o suficiente para dizermos que estamos sabendo do que está acontecendo e que não concordamos com o fechamento do IBC!

Celso Amorim em Salvador nesta segunda

12/06/2011

“O mundo visto por Celso Amorim” é o título da palestra que o embaixador e ex-ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, fará nesta segunda-feira (13), em Salvador, a partir das 17h, no Palácio Rio Branco (Pça Thomé de  Souza, s/n). O evento aberto ao público (grátis) é promovido pela secretaria de Cultura da Bahia e pela assessoria de Relações Internacionais da Ufba.

Celso Amorim hoje é uma voz que o mundo está ouvindo com atenção, prestígio que alcançou pelo desempenho à frente da política externa brasileira durante os oito anos dos governos Lula. Celso Amorim compartilhou e foi artífice junto com o presidente de decisões e articulações que fizeram crescer como jamais visto o conceito do Brasil no concerto das nações.

Leia o resto deste post »

Entrevista com Naia Alban Suarez

11/06/2011
Naia Alban Suarez
Entrevista concedida a Leandro Cruz e Piero Carapiá, do Observatório da Copa Salvador 2014

Considerando que você morou na Espanha na passagem dos anos 1980-90, poderia fazer uma avaliação da experiência das Olimpíadas de Barcelona, inclusive sobre o que ela deixou como “legado” para a cidade?

Naia Alban [ NA ]: Na verdade não estive na Espanha durante as Olimpíadas de Barcelona, pois retornei ao Brasil em 1991. No entanto, vivenciei esse momento de preparação e estruturação das Olimpíadas. É curioso lembrar que na Espanha, em 1992, não aconteceram apenas as Olimpíadas em Barcelona (julho/agosto), mas  também a Exposição Universal de Sevilha (abril/outubro). A simultaneidade destes dois eventos ficou marcada em minha memória na fala de Paolo Portoghesi, em uma de suas conferências que assisti, quando ele enfatizava que a Itália jamais teria o fôlego da Espanha para arcar com dois eventos deste porte em um mesmo ano. Porém, somente Barcelona passou a ser uma referência mundial de como um grande evento é capaz de gerar dinâmicas e infraestruturas urbanas para toda a cidade – o que demonstra uma intencionalidade de seus técnicos, políticos e cidadãos.

Leia o resto deste post »

Promoção: bilhetes aéreos a R$ 1,99

11/06/2011

Os 12 primeiros espetáculos/voos das “Moças Aéreas”, pela Cia Luana Serrat, estão com bilhetes em promoção pela internet  Veja como comprar aqui.

Jornal A Tarde em estado de greve

09/06/2011

Veja nota conjunta dos sindicatos dos jornalistas, dos empregados das empresas de jornais e dos gráficos

Leia o resto deste post »

Ser Quilombola e identidade de quilombos

09/06/2011

Por Alberto Freire *

Quilombola é o quê? A jornalista Jaqueline Barreto resolveu responder a esta instigante pergunta com o documentário Ser Quilombola. O filme expõe a realidade das comunidades de São Francisco do Paraguaçu e Porteiras, localizadas nos municípios de Cachoeira e Entre Rios, no Recôncavo baiano. Leia o resto deste post »

Professores param

08/06/2011

Os professores da rede privada de ensino param nesta quinta, quando entram em assembleia permanente a partir das 9h. Os professores reivindicam bolsa para filho de professor, intervalo para descanso na Educação Infantil, regulamentação da Coordenação Pedagógica e reajuste com ganho real. Acompanhe aqui.